Tudo bem que...
Sexta, 12 de Maio de 2017

Tudo bem, Deus fez a mulher para completar o homem.

Mas, para participar no milagre da vida, Ele fez MÃE.

Tudo bem quem que uma mulher pode liderar uma casa, mas só uma MÃE pode edificar um lar. Tudo bem que um homem pode cuidar de um lar, mas só uma MÄE o consegue daquele seu jeito especial.

Tudo bem que, tanto um homem ou uma mulher, podem estudar, trabalhar e competir.

Tudo bem que para os complexos desafios do mundo, Deus a fez mulher, mas para o amor incondicional, a ternura e o carinho, Deus a fez MÃE. A propósito disso, só ela tem a real noção do que, de fato, significa incondicional. Pense nisso, ame e valorize ainda mais a sua MÃE. Assim com Maria aceitou sua missão, as mães entregam sua alma, seu esforço, sua capacidade física para outro ser.

Tudo bem que todos os humanos possam ter cansaço, mas só a MÃE tem o direito de se sentir cansada, física e mentalmente. Apesar disso tudo, no entanto, quase nunca esse cansaço aparente faz esmaecer a vitalidade que logo aparece em seus olhos.

Tudo bem que o homem embale seu filho, sua filha, lhe de carinho, mas tem sentimentos, sensações e confortos que só uma MÃE pode dar. É que o filho ou filha só podem sentir de uma MÃE.

Tudo bem que um pai possa dar conselhos, puxadas de orelhas (ainda que a lei da palmada nos restrinja), mas cem intervenções dessas não substituem um olhar de segundos da MÃE, e que provavelmente terá muito mais resultado.

Tudo bem que estejamos cercados de pessoas, de consolos, amizades, mas um afago de MÃE nunca poderá ser substituído.

Tudo bem que possamos não concordar com tudo que nossa MÃE pense, opine, faça. Logo ali iremos entendê-las e dar razão, ainda que na razão dela.

Tudo bem que possamos estar há dias, meses, anos, sem ver nossa MÃE, ou sem poder dar o carinho que ela mereça, mas só a grandiosidade dela pode fazer um segundo, um olhar, um carinho, uma palavra valer por uma vida inteira. Tudo bem que muitos ombros podem nos confortar, muitas bocas nos orientar, muitas mentes nos ensinar, mas só a MÃE tem aquela dica especial. Mesmo que estivéssemos chorando, angustiados e desorientados, a MÃE sempre foi o melhor colo para tudo sanar. Aposto que você tem no paladar e com precisão o sabor da comida de sua mãe. Como ela, só ela. E, mesmo que seja ovo frito, mas é o ovo frito da MÃE. Ainda mais se dela já não pode compartilhar a companhia na cozinha, no trabalho, na vida, no lar, no pátio, na viagem, nas longas ou curtas conversas antes de dormir, na madrugada, na noite sem sono, na manhã de verão, no chimarrão de primavera, no café de outono, no dia qualquer que você mais quis estar com ela. Mesmo que você não pensasse, pedisse, ela sempre estava lá. Pronta para lhe estender a mão, lhe apoiar no que fosse preciso, mesmo que não preciso.

Aposto que você sempre vai se lembrar do cheiro de sua mãe, dos contornos de sua feição, dos seus jeitos e trejeitos que como ela só ela. Aposto que você vai esquecer de grande parte dos ensinamentos de História e Química no ano seguinte. Mas também aposto que o conselho de MÃE vai estar reluzente em sua mente a cada momento que, mesmo sem querer, precisar dele.

Tudo bem que uma mulher possa ainda não ter um filho, mas deve sua vida à uma MÃE. Sempre uma MÃE será sua origem, sua base, sua fortaleza, mesmo que inconsciente. Tudo bem que um homem tenha a capacidade de procriar, mas só a mulher pode ser MÃE. Por mais que ele valorize seu passe, Só a mulher já nasce com o futuro de mãe dentro de si, com a projeção de vidas que ela pode gerar, dentro de si, dentro do mundo, dentro de um universo que só a ela pertence.

Ainda assim, ela é a menos egoísta dos seres, pois abdica dos seus desejos, abre mão de suas vontades, suas vaidades, por uma causa muito mais superior e até incompreensível para nós. Essa causa somos nós mesmos.

Tudo bem que os homens têm habilidades e que, por mais generalistas que sejam, sempre serão específicos demais perto de uma mulher. Afinal de contas, quem consegue ao mesmo falar ao telefone, cuidar do seu redor, atentar os outros sobre riscos e ainda lembrar de outro assunto neste mesmo instante? E se falarmos de uma mãe então, sem chance de competir. Tudo bem que todos choram, mas só você tem o direito de poder chorar sorrindo ao mesmo tempo.

Tudo bem que a gente diga isso tudo, mas não é apenas um caminho penoso. Tem coisas que só a MÃE tem o privilégio de sentir e ser. Ser MÃE é a mais completa delas. Tudo bem que possamos falar, repetir, agradecer a você MÃE por tudo que representa para cada um de nós, mas jamais conseguiremos sentir toda a alegria, gratidão, completude que você consegue sentir, simplesmente porque você é a MÃE. Ser MÃE é inexplicável para os homens. Só elas têm o poder do encanto da vida. O poder de tanta admiração. Tudo bem que... Bom, deixa para lá.

Como diz o velho e preciso ditado: MÃE É MÃE!!

Comentários