Liceu Cultural - Parte 9
Sexta, 08 de Dezembro de 2017

Nesta semana começamos a relatar como se desenvolveu o projeto “Liceu Cultural da ACA” na cidade de Frederico Westphalen ao longo deste ano de 2017!

O objetivo do projeto era despertar e desenvolver o espírito de “cidadania e liderança” em adolescentes de 13 a 18 anos de idade, através de uma formação cultural diversificada envolvendo atividades teórico-práticas ligadas às mais distintas áreas do conhecimento (artes, ciências, linguagens, etc).

Atividades, monitoramentos e avaliações, em sua maior parte, foram realizados na sede da ACA, com periodicidade semanal, ao longo do decorrer do projeto, sob a condução de professores, formadores, voluntários, agentes colaboradores e instituições parceiras habilitadas ao projeto.

Como previsto, para o primeiro ano de implementação, tivemos a criação de duas turmas distintas com dez adolescentes em cada uma, que passaram a ter aulas e atividades dentro do Liceu nos períodos do contraturno escolar.

Ao longo da seleção e acompanhamento inicial nos primeiros meses de Liceu, verificamos que os níveis de formação cultural da maioria dos adolescentes não estavam atribulados aos patamares desejados que proporcionam o desenvolvimento de novas habilidades e capacitações humanas condizentes com a velocidade de evolução do mundo.

As facilidades operacionais disponibilizadas pelos atuais recursos tecnológicos, a exemplo do celular e do computador, acabam afastando ainda mais os indivíduos da prática de atividades culturais que desempenham um importantíssimo papel no desenvolvimento do espírito de cidadania. Também percebemos que é significativa a falta de opções culturais nesta fase de pré-maioridade, em que os ímpetos de autoafirmação, de instabilidade emocional e de enfrentamento perante os padrões sociais se elevam potencialmente.

Desistências e impedimentos ocorreram ao longo do ano. De um total inicial de 20 adolescentes, somente oito deles chegaram à etapa final de formação. Os motivos são diversos e podemos citar aqui alguns: colisão de horários com outras atividades ou desafios, ingresso no mercado de trabalho/estágios cuja carga horária impossibilitava de estarem no Liceu (aí vemos a necessidade primária de terem que optar por ganhos financeiros em detrimento da formação cultural...), medos ou desmotivações frente aos desafios socioculturais práticos, etc.

A falta de motivação e discernimento sobre a importância da formação cultural para a vida é um fator relevante. Sem o apoio e incentivo familiar, muitos adolescentes não conseguirão enfrentar os desafios socioculturais exigidos numa formação que desenvolve a cidadania e a liderança.

Em compensação, estamos muito felizes com os resultados obtidos com aqueles adolescentes que chegaram até a reta final e os resultados positivos começaremos a divulgar na semana que vem. Aguardem!

Giancarlo Panosso

Comentários