Tendências de consumo II – continuação
Sexta, 27 de Dezembro de 2013

3. Auto quantificação:

Pressão arterial, frequência cardíaca e passos são apenas alguns exemplos de como queremos nos medir por meio de dispositivos móveis, utilizando dados personalizados. Você só precisa utilizar um aplicativo para rastrear suas atividades e se conhecer melhor. Um total de 40% dos usuários de smartphones quer utilizar seu telefone para registrar todas as suas atividades físicas e 56% desejaria monitorar sua pressão arterial e frequência cardíaca usando um anel. No Brasil, os números são de 45% e 69%, respectivamente.

 

4. Internet em qualquer lugar:

Os usuários de smartphones estão percebendo que as barras de sinal em seu telefone não fornecem informação tão fidedigna, uma vez que o sinal bom para chamadas de voz pode não ser bom o suficiente para os serviços de internet.

 

5. Smartphones reduzirão a exclusão digital:

O acesso à internet em escala global ainda é inadequado e desigualmente distribuído, dando origem ao que é conhecido como exclusão digital. O advento dos smartphones mais baratos significa que os consumidores não precisam de dispositivos caros para acessar serviços de internet. Um total de 51% dos usuários acha que seu celular é seu produto tecnológico mais importante e, para muitos, está se tornando um dispositivo primário para o acesso à internet.

 

6. Benefícios on-line superam preocupações:

Com a Internet se tornando cada vez mais parte integrante de nossas vidas, os riscos associados a estar conectado se tornam mais evidentes. 56% dos usuários que entram diariamente na internet se preocupam com questões de privacidade. No entanto, apenas 4% dizem que eles realmente usam menos a internet por essa razão. Em vez disso, os consumidores utilizam estratégias para minimizar o risco, como ser mais cautelosos sobre o tipo de informações pessoais que fornecem.

Comentários