Equilíbrio
Sexta, 07 de Fevereiro de 2014

“A grandeza vem daquilo que superamos, não daquilo que realizamos.” Yehuda Berg

E o salto alto quebrou no meio da rua. Que azar! Por coincidência, estava passando em frente a uma sapataria. Muita sorte! A notícia tão esperada não veio, em compensação chegou outra surpreendente. O cliente não pagou o serviço, mas o negócio rendeu outros frutos.

Tem dias, meses e épocas em que parece que o mundo está jogando conosco. Testando nossa capacidade de raciocínio, equilíbrio emocional e resiliência.

O interessante é que muitas vezes estamos tão focados nas expectativas idealizadas que olhamos a realidade distorcida. As soluções podem ser muito mais simples e estar mais ao alcance do que parece.

Mas isso exige percepção apurada, racionalidade e uma dose de esperança para ver além do fato, do salto quebrado. Uma vez escutei de um mestre em meditação que este estado de maturidade e equilíbrio só se consegue em períodos de calmaria, porque na adversidade, somos muito humanos!

Então, guardei comigo: nunca perder a oportunidade de aprender e praticar este estado de equilíbrio. Mesmo que seja num aprendizado que não te sirva imediatamente, num convívio difícil e dispensável, na situação que pareça banal. Um dia, é apenas o salto alto que quebra antes de uma reunião. No outro, este equilíbrio interior é exigido num momento de decisão importante que pode afetar a vida por muito tempo.

E assim, a vida segue e continuamos na eterna busca do equilíbrio.

Comentários