O que significa que Deus é todo-poderoso?
Sexta, 05 de Junho de 2015

Meus amigos e minhas amigas! Foi Jesus Cristo, que nos deu a graça pelo Batismo. De sermos introduzidos, à vida da Santíssima Trindade e quis que a sua Igreja, comunidade formada por Ele ao longo dos séculos, levasse ao conhecimento da verdade. E para isso, deixou-nos o Espírito Santo, então, sem medo de errar podemos dizer: o compêndio do catecismo, da Igreja Católica é fruto desta presença do Espírito Santo em nosso meio.
E pergunta o seguinte: Que significa que Deus é Todo-Poderoso? Quando dizemos que Deus é Todo-Poderoso queremos dizer que Ele mesmo revelou-se como forte. O forte. O potente. Vemos isto no Salmo 24, 8-10:
“Aquele como disse o Anjo, o anjo mensageiro de Deus, disse a Nossa Senhora, a Deus nada é impossível. Se nada é impossível, Deus é Todo-Poderoso. Deus tudo pode”. Ele manifesta este seu poder de forma Universal no mundo todo e de forma misteriosa.
Por exemplo, já manifestou na criação do mundo, quando criou o mundo do nada. Na criação do homem à sua imagem e semelhança. E como Deus continua ao longo da história manifestando toda a sua potência? Em primeiro lugar, na encarnação do verbo. Pelo seu poder quis o Pai, que o verbo que existia com Ele. O infinito. O que não poderia ser abarcado por nada. Assumisse uma limitação. Como é a limitação humana. Ter que nascer num tempo. Ter que viver num lugar aprender a andar, a falar, a comer, igual a nós em tudo, menos no pecado.
Isto só foi possível pela graça poderosa de Deus. Mais Deus manifestou,
a sua potência pela ressurreição Ele ressuscitou o seu Filho. Com isso, deixando claro que o seu Filho, realmente tinha sido do seu agrado.
E Deus manifestou a sua potência chamando-o à vida. Deus também manifestou, o seu poder quando nos adotou como filhos. É inimaginável,
como um Deus Todo-Poderoso, autossuficiente, que não precisa de nada e de ninguém, olhar para uma mísera criatura ter compaixão dela. Chamá-la à vida e depois chamá-la pela redenção a participar da Sua intimidade. Da sua vida, só este poder infinito de Deus para explicar isto.
Deus manifesta o seu poder pelo perdão dos pecados. A misericórdia manifesta o poder de Deus. O nosso Deus, é aquele que pode perdoar o pecado. É aquele que quer perdoar o pecado. É aquele que perdoa quando vê um filho, uma filha arrependidos. Por isso, diz o catecismo,
a igreja dirige a sua Oração: ao Deus onipotente e eterno. Vocês já podem ter percebido, que as orações da missa, que é o momento principal da fé Cristã, Católica.
O momento principal, as orações todas são dirigidas ao Pai. Chamando-o de normalmente, de onipotente ou misericordioso. São orações, ao Pai, por Cristo no Espírito Santo. Mas Deus é que tem o poder de nos conceder aquilo que nós pedimos para que este Deus manifeste de forma forte, a sua misericórdia sobre você.

Comentários