Que relação estabeleceu Deus entre o homem e a mulher?
Sexta, 28 de Agosto de 2015

Meus amigos e minhas amigas!
Louvado seja pelas criaturas, diria São Francisco. Louvado seja o homem e a mulher saídos das mãos de Deus. No Compêndio do Catecismo da Igreja Católica tem a seguinte questão: que relação estabeleceu Deus entre o homem e a mulher?
É uma pergunta fundamental. Nós sabemos que para muitas pessoas não há uma clareza quanto a isso. Ou melhor, há uma visão errada, uma deturpação, achando de repente que o homem é superior à mulher, que a mulher é considerada inferior ao homem. Não é a visão do cristianismo, da antropologia cristã. Ao contrário, o homem e a mulher foram criados por Deus em igual dignidade. Para Deus, ambos têm o mesmo valor.
Por quê? Porque são pessoas humanas, são seres humanos. E ao mesmo tempo Deus criou o homem e a mulher para se completarem. Se complementarem. Um, com a sua masculinidade, o outro, com a sua feminilidade. Homem e mulher não existem para se oporem, mas para se completarem e juntos realizarem a obra programada pelo Criador.
Deus criou o homem e a mulher diferentes para buscarem a comunhão como pessoas que são diferentes, que se completam, um necessitando do outro.
O homem e a mulher juntos são chamados a transmitir a vida humana, formando, como diz Genesis 2, 24: “Formando no Matrimônio uma só carne”.
Buscar tal unidade na comunhão em que formem uma só carne, mas homem e mulher também foram criados para dominar a terra como administradores de Deus. Se completarem, procriarem, dominarem a terra como administradores de Deus.
Repito, na visão cristã, na visão da palavra de Deus, uma palavra que teve toda uma clareza, em Jesus Cristo: “Homem e mulher foram criados para uma ajuda mútua. Se completarem, serem uma só carne, dominarem a terra”.
Não há, portanto, a menor ideia de que um seja superior ao outro. São diferentes, um necessita do outro, e juntos é que vão realizar de uma maneira completa e perfeita a obra do Criador.
Ser diferente, portanto, não significa ser melhor um do que o outro. O homem tem qualidades que a mulher não tem. A mulher é capaz de, durante nove meses, gestar um filho, desde que num determinado momento houve a colaboração do homem. Cada um com a sua vocação, mas o que é importante é que juntos busquem comunhão.
Como é difícil essa comunhão! Difícil, porque ela só acontece quando olha o outro e vê o outro como um ser com igual dignidade, quando não julga o outro como inferior a si mesmo, mas ao contrário, valoriza-o plenamente.
Que o Senhor ajude a você, meu amigo, que o Senhor ajude a você, minha amiga, a buscar e se unirem cada vez mais, buscar e realizar a vontade de Deus.

Comentários