O que significa a palavra “encarnação”?
Sexta, 27 de Novembro de 2015

Meus amigos e minhas amigas! Debruçando-nos sobre o mistério de Cristo, nós chegamos hoje a uma das questões fundamentais da nossa fé. É a questão de nº 86 do Compêndio do Catecismo da Igreja Católica: O que significa a palavra encarnação?

Encarnação é uma das palavras-chaves fundamentais das Boas Novas e, portanto, da doutrina cristã. A Igreja chama encarnação de mistério da admirável união da natureza divina e da natureza humana na única pessoa divina do Verbo. A natureza humana e a natureza divina em Jesus Cristo, isso é Encarnação. O Verbo, a Palavra de Deus, o Filho de Deus se encarna, pois assumiu a nossa natureza humana.

Eu quero abrir um parêntese aqui, pois não se deve confundir palavras que são opostas: encarnação e reencarnação. Reencarnação é uma doutrina em que a pessoa morre e volta novamente em outro corpo, tem uma nova vida. A doutrina cristã não admite a ideia da reencarnação. Se admitisse, seria a mesma coisa de dizer que a encarnação de Jesus foi inútil, que sua redenção foi inútil. Porque na reencarnação, que não é doutrina da Igreja Católica, o homem para se salvar se reencarnando sucessivamente. Então, a Igreja Católica não admite a reencarnação.

A ideia da encarnação é bem diferente. É o Filho de Deus que assume a nossa carne. E essa fé na encarnação é um sinal distintivo da fé cristã. O nosso Deus não é um Deus distante que eu devo procurar com a minha inteligência, tentando descobrir quem Ele é, nem como Ele é. Não, é um Deus que se revelou e se revela pelos profetas, mas de forma plena e completa, pelo seu Filho que coexistia, desde toda a eternidade, com O Pai do céu.

Ele veio até nós para nos apresentar o rosto de Deus. O único que poderia nos falar de como é Deus é Jesus Cristo. Os profetas tiveram inspirações e escreveram coisas belíssimas, mas só Jesus pode nos falar com propriedade. Só Jesus poderia nos falar a partir de uma experiência de vida. Só Jesus poderia nos falar a partir de uma experiência eterna. Só Ele poderia nos falar quem é Deus.

O mistério da encarnação está no centro da vida cristã. Há salvação porque há encarnação. A encarnação é a nova criação, Jesus nos assume. Assumindo a nossa carne. Assumindo esta carne. Assumindo o nosso corpo, a nossa vida aqui na terra, isso tem valor perante Deus. Como é que Deus iria mandar o seu Filho se encarnar? Como é que Deus iria mandar o seu Filho assumir a natureza humana se a natureza humana não prestasse?

Sim, a vida humana tem sentido, e tanto tem que o próprio Deus debruça-se sobre nós, vem ao nosso encontro na pessoa de seu Filho Jesus. Encarnando-se, Jesus nos salva. Ele nos salva fazendo-se a nós em tudo, menos no pecado. Porque Ele vem resgatar-nos devido ao nosso pecado. Esforcemo-nos para que esta verdade penetre em nosso coração.

Comentários