Em que sentido toda a vida de Cristo é mistério?
Sexta, 18 de Março de 2016

Meus amigos e minhas amigas! Louvado seja Jesus Cristo porque veio revelar os mistérios do Pai, sintetizados no Credo, naquela oração belíssima, que é uma profissão e também uma exclamação de nossa fé. Esse credo é explicado no Compêndio do Catecismo da Igreja Católica. A pergunta trata do seguinte: Em que sentido toda a vida de Cristo é mistério?

Antes de tudo, é bom darmos uma explicação sobre a palavra “mistério”. Mistério é uma realidade da qual a gente vê uma parte, enquanto outra fica oculta. Conhecemos alguma coisa, mas já sabendo que a outra parte da verdade está escondida, não é revelada.

Então, quando o Compêndio diz que toda a vida de Cristo é mistério, é no sentido de que toda a vida de Cristo é acontecimento de revelação. O que é visível na vida terrena de Jesus, conduz ao seu mistério invisível.

Sobretudo porque Ele é o Filho do Pai eterno. “Quem me vê, vê o Pai”. Então, nós olhamos para Jesus e vemos Jesus. Mas na verdade vemos o Pai. Ouvimos Jesus, mas estamos ouvindo o Pai.

Na vida de Cristo, o mistério não se trata apenas daqueles momentos importantes: Paixão, Morte e Ressurreição, mas também, de toda a vida de Cristo. Todos os gestos dele são mistérios, isso porque são salvadores. Mesmo quando Jesus dormia, estava redimindo a humanidade. Quando Jesus falava com uma pobre viúva, estava salvando a humanidade. Quando Jesus comia com os seus apóstolos, ou naquelas casas, que Ele mesmo se convidava a entrar, Ele estava salvando.

Em outras palavras, cada um dos gestos de Jesus faz parte do mistério da salvação. Por isso, em qualquer situação ou momento na vida de Cristo que o quisermos imitar, santificarmo-nos. Aliás, as congregações religiosas dão-nos o exemplo disso, uma vez que normalmente acentua, vivem e chamam atenção de um aspecto, dessa riqueza imensa de Cristo.

Mesmo que alguém só quisesse imitá-lo no seu trabalho de pregador, santificar-se-ia. Porque é o Deus infinito que ele está ali pregando. Assim como é o Deus infinito que está trabalhando, dormindo, comendo, que está dando a sua vida ao Pai. O mistério da salvação, com muita razão, nós dizemos: eis o mistério da fé. Quando se trata da Eucaristia, mas também de toda a vida de Cristo, poderemos dizer isso.

Por isso, com muito respeito e muita alegria somos convidados a nos debruçar sobre Jesus. A primeira coisa que vamos descobrir é que é impossível abarcar toda a vida de Jesus Cristo. É impossível compreenderemos tudo em Cristo de uma só vez. Mas veremos aspectos, seremos e teremos a nossa atenção concentrada sobre algum momento.

Mas é impossível abarcar toda a riqueza do mistério de Sua vida. Saibamos ser, então, muito humildes diante de Jesus. Por mais que penetremos na sua intimidade, a impressão que ficará sempre é que estamos começando a conhecê-lo.
Para que o Senhor lhe dê a graça de penetrar no mistério de Cristo, façamos a Oração da Misericórdia.

Comentários