Por que Jesus recebe de João o “batismo de conversão para o perdão dos pecados”?
Sexta, 15 de Abril de 2016

Meus amigos e minha amigas!

Estamos nos debruçando sobre Ele, aquele que é a razão da nossa vida e o fundamento de nossa esperança: Jesus Cristo. Eu creio em Jesus Cristo. Estamos procurando conhecê-lo melhor e para que tenha mais peso em nossa vida. O compêndio do Catecismo da Igreja Católica nos ajuda a conhecer quem é Jesus Cristo.

A pergunta “Por que Jesus recebe de João o ‘batismo de conversão para o perdão dos pecados’?” é encontrada em Lucas 3.3. Por que Jesus recebe esse batismo? Jesus recebe de João esse batismo para dar início a sua vida pública e para antecipar o batismo de sua morte.

Realmente, a partir desse batismo no Jordão, Jesus começa a anunciar que “Chegou para vós o Reino de Deus. Acreditai, convertei-vos e crede no Evangelho”. Jesus também antecipa que um dia será submergido, batizado na sua morte. Ele aceita mesmo sem ter pecado. Jesus aceita ser contado entre os pecadores. Sim! O Justo aceita o papel de um injusto.

Ele se fez pecado, diz Paulo. Ele não teve pecado, mas assumiu o seu, o meu pecado. Portanto, Jesus se apresentou diante do seu Pai como um pecador. Como se Ele tivesse cometido aqueles pecados que você faz. Ou fez aqueles pecados que eu fiz ou faço. Como se Ele tivesse assumido, Ele, o “cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” (João 1.29), assume o nosso pecado. Dá a vida, derrama o seu sangue para nos purificar dessa mancha que teria consequências sobre nós.

O Batismo de João Batista é também ocasião para o Pai manifestar o seu carinho e o seu amor para com o seu filho. “Este é o meu Filho amado, é o meu Filho querido”. O Pai dá testemunho do quanto ama o seu Filho.

E mais ainda, o Batismo é uma ocasião para o Espírito Santo se manifestar. O Espírito Santo que desce sobre Ele. Portanto, o ato do Batismo é um ato, para Jesus, de profunda comunhão com o Pai e com o Espírito Santo. Em outras palavras, o batismo de Jesus é a prefiguração do nosso Batismo. Assim como nós, quando somos batizados, o somos no Pai, no Filho e no Espírito Santo – portanto, na Santíssima Trindade.

No dia do meu batismo e no dia do seu batismo, é manifestado o quanto nós somos amados. É como o Pai dizendo “tu és o meu filho amado”. É o Espírito Santo vindo sobre nós. Nós, naquele momento, fomos enxertados em Cristo Jesus. Por que Jesus foi batizado?

Repito: Para dar início a sua vida pública. Para antecipar o seu batismo na sua morte. E também para nos antecipar o que aconteceria, no nosso próprio batismo. Para que essa realidade de ser batizado e ser Filho de Deus, irmão de Jesus e conduzido pelo Espírito Santo esteja sempre diante de você, façamos a oração da Divina Misericórdia.

Comentários