Por que a Igreja é o povo de Deus?
Sexta, 24 de Março de 2017

Meus amigos e minhas amigas! Com a ajuda do Compêndio, do Catecismo da Igreja Católica, estamos nos debruçando sobre o Creio. No Creio estamos vendo a quarta parte, creio na Igreja.

E agora iniciamos outro capítulo, que fala do povo de Deus, corpo de Cristo e templo do Espírito Santo. A partir da pergunta do Compêndio do Catecismo, da Igreja Católica, tratamos a Igreja como povo de Deus, que assim formula a questão: por que a Igreja é o povo de Deus? Por que se diz isto ao povo de Deus?

Porque quis Deus salvar os homens e as mulheres, não isoladamente. Mas um povo, não isoladamente. Não cada um por si. Há uma expressão que até parece interessante, mas é muito infeliz. É aquela expressão que diz assim: “Cada um por si e Deus por todos”.

Como se Deus estivesse por todos... Quando cada um está só por si? Cada um pensar só para si? Se cada um estiver preocupado com a sua vida, seu bem-estar e com a sua salvação... Não é assim que Deus nos vê, mas participando de um povo, de uma comunidade. Onde vai viver segundo os ensinamentos de Jesus Cristo, vai se alimentar dos Sacramentos, vai ouvir a Palavra de Deus, vai participar da Eucaristia, que é a grande expressão deste povo.

Depois, este povo é reunido na unidade, do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Então não é um povo que vive por si e Deus acompanha de longe. Eu diria: Deus está no meio do povo. Deus está com este povo. Que é seu, que é a sua família. Um povo que Ele convidou para participarmos com Ele, em comunhão com a Santíssima Trindade.

Não há vida. Não há amor fora da Santíssima Trindade. O povo de Deus, pois, que participa desta comunhão. O povo de Deus que participa desta unidade. O que significará isto então? Que nos cabe trabalhar pela unidade do povo de Deus.

E trabalhar a partir desta nossa realidade próxima. Trabalhar a partir deste nosso dia a dia. Tudo o que fizermos, no sentido de comunhão, para aproximar pessoas dentro da família. Para aproximar pessoas dentro do trabalho. Para aproximar pessoas dentro da escola. Para aproximar pessoas onde nos divertirmos.

Tudo o que fizermos para que as pessoas se amem mais. Tudo o que fizermos para que as pessoas se compreendam mais. Tudo o que fizermos para que as pessoas se perdoem mais. Tudo o que fizermos para que as pessoas se liguem mais. Tudo o que fizermos para que as pessoas se unam mais neste laço de amor.

Tudo isso corresponde ao Plano de Deus. Sobre todo o trabalho de unidade há uma bênção de Deus. Se há algo - e muito importante - no mundo de hoje, este trabalho deve ser em favor da unidade. Este mundo desunido por raças. Este mundo desunido por fundamentalismos. Este mundo desunido por sentimentos de povos. Este mundo desunido por antagonismos.

No meio deste povo, é importante que nós, membros da Igreja, sejamos profetas do amor. Sejamos profetas da reconciliação. Que testemunhemos em Cristo. Que testemunhemos que somos capazes de perdoar. E vivermos em Comunhão.

E aí as pessoas vão repetir o que eles ouviam da boca dos pagãos: “Vê-de como eles se amam”.

Para que o seu trabalho pela unidade seja constante, façamos a oração da Divina Misericórdia.

Comentários