Por que a Igreja é chamada de Católica?
Sexta, 30 de Junho de 2017

Meus amigos e minhas amigas! Eu creio na Igreja, esta Igreja é uma Igreja una. É uma Igreja Santa. Agora vamos examinar outro aspecto, a Igreja é também católica. E a pergunta do Compêndio, do catecismo da Igreja Católica, trata disso: por que a Igreja é chamada de católica?

A palavra católica no grego significa universal. E por que a Igreja é universal? Porque nela está presente Cristo. Santo Ignácio de Antioquia, um dos primeiros santos, após a morte e ressurreição de Cristo, logo após os apóstolos, dizia: “Onde está Cristo Jesus, aí está a Igreja Católica”.

A Igreja é católica porque ela anuncia a totalidade e a integridade da fé. A totalidade da fé, se ela tem todos os meios de salvação, deve anunciar e apresentar todos estes meios, e de forma íntegra. Eu não posso entrar na Igreja e fazer uma escolha, ah, eu aceito isto, e não aceito aquilo. Aceito isto, não aceito aquilo. Cabe a mim e a você também aceitar a totalidade daquilo que Cristo revelou a sua Igreja.

A Igreja é também chamada de católica porque ela leva e administra a plenitude dos meios de salvação. Todos os meios de salvação. Se ela se recusasse a dar, por exemplo, sacramentos, se ela se recusasse a dar a palavra, se ela se recusasse a ensinar todas as verdades de fé, não seria coerente com a sua responsabilidade de ser católica. Universal também sob este aspecto e dar todas as suas riquezas. É uma mãe que recebeu muitos dons e os distribui com alegria.

E mais, a Igreja é católica porque ela é enviada em missão a todos os povos, de todos os tempos, de todas as raças. Portanto, nós não podemos nos imaginar uma Igreja de um grupo de privilegiados. De um grupo fechado.

Tudo aquilo que a Igreja tem, ensina. Aliás, aí está o catecismo. Nós não temos conhecimento secreto.

A única coisa secreta na Igreja é a confissão. Mas aquilo que são os dons que a Igreja recebeu devem ser dados para todos.

E aí está, o catecismo da Igreja Católica. O Compêndio do catecismo da Igreja Católica.

Assim, se alguém se aproximar de mim e me perguntar: quais são as verdades de fé que a Igreja ensina? Eu vou dizer aquelas verdades que tanto o papa tem acesso como aquele cristão mais humilde. Não há segredos, porque todos os dons da Igreja devem ser colocados a serviço de todos. E cabe à Igreja anunciar todas estas verdades, em plenitude. E na medida que você quiser, vai depender de você se aprofundar de toda essa riqueza que a Igreja recebeu e da qual Ela vive.

Para que você se aproprie destes dons que a Igreja lhe dá, destas riquezas que colocam a sua disposição para que você conheça melhor a intimidade e o coração da sua Igreja.

Comentários