Abertura de Chacras
Sexta, 06 de Dezembro de 2013

(Parte VIII)

Caro leitor! Hoje voltamos a falar da abertura dos chacras, seguindo a ordem a que nos propomos anteriormente. Desta vez nos ateremos ao sexto chacra, que é o chacra do discernimento, do entendimento das coisas que são diferenciadas e ao mesmo tempo interligadas. Não é por coincidência que este centro de energia localiza-se na cabeça, na região da testa central que fica entre as sobrancelhas, onde se situa a terceira visão.

Este sexto centro de energia humano está diretamente associado à hipófise e à glândula pituitária. É o chacra da Intuição, da Devoção, da Sabedoria, da Percepção, da Vidência, dos Conceitos Mentais e da Liderança. Vejam quantos fatores elevados estão sob a sua regulação. É por esta razão que quando o sexto chacra está bem equilibrado nossa intuição aflora, permitindo-nos tomar as decisões de forma acertada em nossa vida. Surge uma luz de um azul índigo homogêneo em nossa fronte. Ficamos com os sentidos todos aguçados e nossa percepção aumenta muito. Isto nos dá mais segurança e conectividade com o mundo, com as pessoas, com o nosso próprio eu interior, que é o grande revelador da nossa capacidade e missão para esta vida. É este sexto centro de energia que desperta em nós o senso das artes, da imaginação e da criatividade.

Por outro lado, um sexto chacra desregulado gera uma fragilidade mental e, por consequência, emocional, que trarão instabilidade em nossa vida a ponto de ficarmos perdidos quanto às decisões e opiniões que devemos tomar ou construir. Ficamos muito propensos a cair em extremos comportamentais, podendo chegar ao fanatismo ou, o que é ainda pior, aos vícios de qualquer espécie que nos aprisionam e nos consomem.

O chacra da terceira visão é bloqueado pela ilusão! E a maior ilusão a que estamos sujeitos neste momento no planeta Terra é a ilusão da separação, imaginando que existem ou podem existir coisas separadas e desconexas umas das outras. A verdadeira filosofia nos ensina que tudo está conectado.

O processo de abertura deste chacra pressupõe a seguinte pergunta pessoal:

– Que ilusões eu ando alimentando para mim mesmo?

Identificados os pontos desta questão, o caminho para harmonização do sexto chacra passa obrigatoriamente pelo caminho do aprendizado, dos estudos em busca do conhecimento e da sabedoria, do desenvolvimento do raciocínio mental, da percepção de que tudo está interligado! É através deste chacra que percebemos que tudo o que fazemos para os demais, para o próprio mundo, acaba voltando para nós mesmos.

Pratiquemos o bem e nele viveremos. Até semana que vem!

Comentários