Abertura de Chacras
Sexta, 01 de Novembro de 2013

(Parte VI)

“O Amor é o calor que aquece a alma”

Caro leitor! Falar do quarto chacra é algo extremamente confortante, pois ele abarca o campo do mais puro amor, livre das paixões, que aquece a nossa alma. O quarto centro de energia corporal, que vamos tratar hoje, localiza-se na região torácica, próximo ao coração, e canaliza uma energia muito especial, correspondente ao amor incondicional e à devoção, como formas mais sutis e elevadas de sentimentos.

Este “chacra cardíaco”, quando equilibrado, apresenta uma belíssima energia que irradia em todas as direções, de cor verde homogênea, associada à saúde e a vitalidade individual do ser. É o chacra sede da afetividade humana e, quando desobstruído, coopera com a capacidade de expressarmos amor por nós mesmos e pelos demais.

De maneira geral, o quarto chacra rege o coração, o sangue, o sistema circulatório, o timo e os pulmões. O bloqueio deste centro de energia é causado pelo “pesar”, sobretudo, pela dificuldade pessoal de se expressar o amor. Quando a energia do chacra cardíaco está desequilibrada tendemos a sentir raiva, depressão, angústia, irritação e problemas no coração. Pelas dificuldades que muitos possuem para desenvolver o potencial deste chacra, não causa estranheza em nossa época a elevada mortalidade decorrente de doenças cardíacas.

Em virtude de sua ligação com o coração e os pulmões, que captam e distribuem o oxigênio para todo o corpo, o quarto chacra está associado ao elemento “ar”. Além do mais, é considerado o chacra intermediário entre as energias terrenas e celestes. É o chacra de equilíbrio central entre os sete chacras principais que estamos estudando.

Fica claro que a abertura do quarto chacra se dá essencialmente pelas atitudes de perdão, compaixão, consciência de grupo, tolerância e amor incondicional que venhamos a ter. Tomando este caminho de afetividade, certamente obteremos melhorias em nossa saúde e vitalidade, de forma a afastar as tristezas, os desequilíbrios emocionais, a depressão, solidão sombria e o desgosto pela vida.

Enfim, o quarto chacra tem como princípio básico incentivar a abnegação do ser, o altruísmo, o desapego e o devotamento. Ele está intimamente atrelado ao bem mais precioso da existência humana, que é a capacidade de dar e receber amor. Por esta razão, nestes próximos dias, busque exercitar a bondade para com todos que estiverem a sua volta, pois levar uma vida rancorosa pode resultar em angústia, infelicidade e muita dor em seu coração! Fique bem e até a próxima semana!

Comentários