Arte ou Entretenimento?
Sexta, 22 de Maio de 2015

Amigo leitor, você tem escolhido mais arte ou mais entretenimento para a sua vida? A sua escolha molda o seu amanhã! A semente lançada é que determinará o tipo de fruto que irá colher em seu futuro!
Em relação às escolhas culturais, a Associação Atena está aí para auxiliar àqueles que buscam vivenciar muito mais a arte do que o entretenimento, pois é notório o resultado obtido através de suas produções: as obras de arte ou trabalhos artísticos nos trazem sempre um novo conhecimento de mundo; já os produtos de entretenimento e diversão, tais como muitos programas de TV, acabam só repetindo o que já conhecemos.
O conhecimento proporcionado pela arte não é lógico nem racional, mas sim intuitivo, imediato, concreto, na própria medida em que nos desperta um “sentimento de mundo”. Uma obra de arte apresenta sempre um modo novo de ver a realidade, porque ela não se refere necessariamente ao que de fato existe. A arte não representa o mundo como ele é, mas “como poderia ser”. Ela nos provoca sentimentos desencadeados por meio de uma obra concreta que ressalta uma possibilidade de mundo vislumbrada pelo seu artista.
Para isso, o artista se vê obrigado a inovar constantemente em todos os sentidos, inclusive em termos de materiais usados em suas obras. É o caso da “Atenita”, troféu destinado aos primeiros lugares nas diversas categorias de arte do Festival Atena. Todos os anos, o artista plástico de nossa cidade José Alexandre Dreyer (o “Pig”) busca novos elementos e inspirações para a inovação de seu estilo, justamente para reacender o sentimento dos artistas que almejam conquistar este prêmio ícone do nosso festival.
O entretenimento, por sua vez, segue o caminho contrário ao da arte. O entretenimento só confirma o que já sabemos. Pode até nos permitir passar o tempo de uma forma agradável, mas não exige que despertemos nossa sensibilidade, nossos sentimentos ou inteligência de interpretação.
O entretenimento apenas reforça os valores culturais em amplo sentido: sabemos que os maus serão punidos, os bons recompensados, o “mocinho” não vai morrer no final da história e todos os problemas serão resolvidos a fim de não provocarem no ser humano angústias e dúvidas a respeito da vida e do mundo. É um produto que não cria polêmica e não nos força a mudar de atitude ou modo de ser e pensar.
Hoje precisamos de mais arte diante de tanto entretenimento que há por aí. Necessitamos principalmente da arte com característica regional, tradicional e inovadora! A arte das nossas raízes gaúchas, das nossas inúmeras etnias, dos grupos de dança, de música, dos pintores, artesãos, escultores, escritores e demais artistas que trabalham por aqui.
Prestigiemos mais os nossos eventos artísticos para contrabalançar com os inúmeros entretenimentos que inundam os canais de televisão e da web. Sigamos na direção da arte, na direção de nossa própria identidade! O 5º Festival Atena está chegando, dia 20 de junho, no Roncalli. Prepare-se!

Giancarlo Cerutti Panosso

Comentários