O amor e o conhecimento
Sexta, 29 de Julho de 2016

Existem duas palavras-chaves no dicionário dos filósofos: o amor e o conhecimento. São inclusive as palavras que compõem a essência dos mesmos, pois “filosofia” em sua última análise significa amor ao conhecimento, amor à sabedoria.

Há que se lembrar da definição de filósofo feita por Pitágoras, durante os Jogos Olímpicos, quando um rei lhe solicitou que demonstrasse seu saber. Pitágoras disse que não era um sábio, mas sim um filósofo, alguém que é amigo do conhecimento, que tem amor pela sabedoria e que por isso deve contemplar tudo o que está acontecendo a sua volta. Pitágoras estava nas olimpíadas para contemplar o que os demais faziam, com um espírito de admiração e aprendizado.

O amor é o sentimento que mais deve ser alimentado, pois não possui contraindicações e é benéfico a quem ama e a quem é amado. Amar talvez seja a mais importante ação a ser praticada durante todos os dias de nossas vidas. Aprender a amar, ou melhor, aprender a viver no amor faz parte do plano divino tanto para quem vive na Terra como para quem vive no Céu. Aqui na Terra todas as religiões do mundo buscam conduzir o ser humano para a prática do amor. Esse é o sentido da religião.

O conhecimento, por sua vez, não é um sentimento, mas também deve ser alimentado. Segundo Platão, o universo é repleto de verdades, de arquétipos (modelos originais) que compõem o que ele chamava de mundo das ideias, onde estão as ideias verdadeiras, por assim dizer. E nós, humanos, nascemos repletos de crenças, sejam pessoais ou coletivas. Entre todas as nossas crenças, existem as que são verdadeiras e outras que não passam de ilusão de nossas mentes. O conhecimento surge, então, quando conseguimos “justificar” a veracidade de uma crença, através da lógica ou das ciências em geral.

Agora talvez entendamos aonde a filosofia quer chegar: na prática diária do amor, com conhecimento das verdades universais, dos arquétipos, das crenças que são justificáveis. Por isso, para os filósofos, a ciência e a religião devem andar sempre lado a lado, em perfeita comunhão.

Se está faltando amor e conhecimento em sua vida, venha fazer uma experiência filosófica em nossa associação! A ACA lhe espera de portas abertas!

Comentários