Unidade Evolutiva
Sexta, 05 de Setembro de 2014

Pitágoras, filósofo grego nascido na ilha de Samos há mais de dois mil e quinhentos anos, era realmente um grande mestre. Sua maestria não se desenvolveu só na Grécia, mas também em muitos outros países e civilizações por onde passou durante sua vida, tal como o Egito, a Babilônia, a Pérsia e a Índia. Estudando em diversas “Escolas de Mistérios” desses antigos povos, conseguiu desenvolver uma percepção e sabedoria que lhe permitiu vislumbrar o mundo e o universo de uma forma ampla. Isto fica claro em um de seus mais fantásticos pensamentos que hoje enunciamos aqui para que você, caro leitor, encante-se. Dizia Pitágoras:

“Evolução é a lei da vida. Número é a lei do universo. A unidade é a lei de Deus.”

O mestre de Samos via na matemática o caminho para a evolução e para a unidade. Muitos de seus ensinamentos eram alicerçados em números e nas relações harmônicas entre eles. Até mesmo a numerologia tão presente em nossos dias adveio de suas percepções. Certa vez um discípulo perguntou-lhe:

- Mestre, qual a influência dos Números na nossa vida?

Ele respondeu calmamente:

- É total. Tudo se reduz a Números, os quais determinam a harmonia da música, da arquitetura e até do movimento dos astros.

- Mas os números regulam mesmo nossas vidas?

- Sim, o mundo foi construído sobre o poder dos Números. Tudo o que existe emite uma vibração que está associada a Números. Estes emanam uma grande energia, a qual influencia nosso jeito de ser e nossa aptidão.

- E como podemos identificar nossos Números?

Pitágoras então explicou:

- Através da análise numerológica dos nossos nomes e de nossas datas de nascimento.

Assim, a partir de Pitágoras, diversos sistemas numerológicos foram desenvolvidos, sendo transmitidos e aprimorados por filósofos e estudiosos de inúmeras nações. Hoje, não só as pessoas, mas muitas empresas e instituições buscam através da numerologia encontrar o caminho para a evolução e a unidade.    

A Associação Cultural Atena atualmente desenvolve um projeto pautado exatamente nos números e nas relações entre eles, objetivando socializar o conhecimento matemático, evidenciando amplamente o seu caráter utilitário, cultural, formativo, sociológico e estético através do desenvolvimento de modelos e valores que resgatam as relações e práticas matemáticas que no passado suscitaram verdadeiras paixões por esta ciência-arte. A numerologia, certamente, encontra-se presente neste nosso trabalho.

Os interessados em obter mais informações a fim de se beneficiar ou participar do projeto que resgata esta Matemática podem entrar em contato enviando um e-mail para atenafw@gmail.com

Comentários