Bactéria do estômago - Parte 2
Sexta, 16 de Janeiro de 2015

Sintomas: O H.p. não causa sintomas, pois a grande maioria dos pacientes que o têm nada sentem. Paciente com úlceras, gastrites ou câncer apresentam sintomas, que se deve à doença existente e não â bactéria.
  Indicação de tratamento do H.p.: O Consenso Europeu definiu que as  úlceras péptica duodenais ou gástricas se beneficiam com a erradicação da bactéria que determina uma redução de suas recidivas. Também está indicado o tratamento em uma neoplasia rara chamada linfoma Malt sabidamente causada pelo micróbio. Segundo os médicos europeus outros tratamentos para a bactéria não tem unanimidade dos profissionais ainda para indicação formal. No Consenso Brasileiro inclui-se outras situações como pós operatório de câncer gástrico ou de ressecção endoscópica de câncer gástrico inicial. Ainda é indicado em pacientes que terão de tomar medicamentos anti inflamatório de maneira prolongada, principalmente os que já tiveram úlceras. Em ambos os Consensos não há indicação para tratamento em pessoas que tenham gastrite crônicas, pangastrites e gastrites de antro. Também sua erradicação não está indicada na doença do refluxo.
 Até há pouco tempo atrás havia o conceito de que o câncer de estômago seria provocado pelo H.p. e todo familiar de pessoas que tivessem a doença deveria pesquisar e tratar o micróbio. Não se aceita mais esta ideia em nosso meio. Continua ainda válida em regiões que tem alta prevalência de câncer do estômago como o Japão, a China e alguns países da América Central. A dúvida sobre sua casualidade se dá quando se encontram populações altamente infectadas e com pouca incidência do câncer, sendo que outros fatores parecem mais importantes como a alimentação, temperos e a exposição a tóxicos ambientais.Comprovação de cura do H.p.: Muito usado no meio médico, ao meu ver não é necessária, mormente se depender nova endoscopia que por si só tem risco de recontaminar. O acompanhamento dos sintomas  ao meu ver é mais eficiente pois se a pessoa ficar sem sintomas é um sinal efetivo. Se exigida que se faça através de exames não invasivos que podem dar resultados falso positivos
Concluo com uma frase de um grande estudioso no assunto dos Estados Unidos, Martin Blaser: "Esta bactéria faz parte de nosso organismo. Sua erradicação pode ser a causa de doenças modernas."

Comentários