EXAMES ENDOSCÓPICOS
Sexta, 25 de Setembro de 2015

COLONOSCOPIA: É o exame que diagnostica lesões do intestino grosso. O aparelho é introduzido pelo ânus e consegue, na maioria das vezes, visualizar todo o intestino grosso. De grande valia para pesquisa de lesões pré-cancerosas e de sua retirada preventiva. Seu uso como método preventivo deve ser indicado para pessoas com mais de 50 anos ou antes em pessoas que tiveram familiares com a doença. Disponível nas cidades de médio porte é, no entanto, um exame que deve ser indicado com parcimônia, uma vez que apresenta em 20% dos examinados reações leves e em 2% de complicações graves, incluindo morte. Há a necessidade de intensa preparação no dia anterior e de sedação na hora do exame. Suas indicações são:

• Colher material para exames (biópsia) e remoção de pólipos.
• Localizar e tratar causas de hemorragias.
• Tratar áreas estreitadas através de dilatação ou secção.
• Identificar doenças inflamatórias ou de diarreias de origem colônica.

RETOSSIGMOIDOSCOPIA: É o exame usado para visualizar doenças da parte terminal do intestino grosso, incluindo o reto e o sigmoide. Seu uso é feito especialmente para examinar o intestino quando a pessoa perde sangue vivo pelas fezes, para acompanhar doenças como retocolite ulcerativa, para tratar pólipos de reto-sigmoide e acompanhar sua evolução. Em pessoas com risco para fazer colonoscopia, associa-se este exame à pesquisa de sangue oculto nas fezes para o rastreamento de câncer de cólon.

URETROCISTOSCOPIA ou CISTOSCOPIA: Consiste na introdução de uma aparelho rígido ou flexível na uretra das pessoas a fim de examinar a uretra e a bexiga. Pode ser feito por anestesia local com sedação ou ainda com anestesias peridurais ou gerais. Este exame objetiva:

• Estudar a anatomia uretral, prostática e vesical.
• Diagnosticar doenças da bexiga urinária, podendo ser feita biópsia.
• Diagnosticar distúrbios urinários como ardência ou sangramentos.
• Tratar pólipos ou doenças benignas de próstata.

ARTROSCOPIA: É o exame que utiliza a introdução de um endoscópio numa articulação para diagnosticar e tratar doenças das mesmas. É feita uma pequena incisão local pela qual se introduz o aparelho, visando diagnosticar alterações estruturais. Podem-se realizar cirurgias como recomposição de ligamentos ou retirada de áreas lesadas. O exame mais conhecido é a artroscopia do joelho, mas também são feitas em articulações como no ombro, no cotovelo e outras.

Comentários