A atividade mental e o envelhecimento (Parte 3)
Sexta, 26 de Fevereiro de 2016

O que devo fazer para recuperar minha memória?

A perda de memória é evidente com o aumento da idade. Duas são as causas. A primeira é que o envelhecimento do nosso cérebro reduz a rapidez das conexões e a segunda se deve ao aumento de informações; como se fosse um computador, nosso cérebro se torna mais lento quando acumulamos conhecimentos, isto é, carregamos demais o nosso "computador cerebral". 

Existem, no entanto, recursos para melhorar nossa memória e melhorar nosso desempenho intelectual com o passar da idade. A Clínica Mayo dos Estados Unidos sugere cinco medidas para mantermos eficiente nossa memória:

1. Use lembretes e mantenha-se organizado

No mundo atual, a informação nos chega constantemente e em quantidades impressionantes. Ninguém tem capacidade de reter todas, principalmente se estivermos acima dos 60 anos. A maior parte delas são compromissos agendados, tarefas a cumprir sem horário determinado e endereços a serem armazenados. Organize um sistema de arquivos que retenha o que é importante e despreze de imediato os papéis que são dispensáveis. Para isso, sempre pergunte: poderei ocupar esse documento? Se a resposta for sim, arquive-o; se for não, jogue-o imediatamente fora. Em resumo: arquive, mas não acumule. 

2. Crie rotinas, rituais e pistas

Mantenha objetos usados com frequência no mesmo lugar. Chaves do carro, documentos e utensílios devem ter lugar permanente. Sempre os reponha no mesmo lugar tão logo os utilize. 

Use rituais constantes. Execute tarefas comuns na mesma ordem e na mesma hora. Medicamentos a serem tomados e compras no supermercado devem ter uma lista sempre à mão. Ao viajar, revise a casa, verificando as luzes e lembre-se sempre de fechar a torneira do gás, desligar os aparelhos eletrônicos, fechar as portas e as janelas.

Ao viajar tenha sempre uma "check-list" para que não se esqueça de alguma roupa ou objeto indispensável na viajem. 

Crie pistas, como deixar os objetos a serem levados para fora na frente da porta, na pia do banheiro ou no trajeto de seu percurso. É muito válido deixar lembretes no banheiro, na mesa da cozinha ou na escrivaninha de trabalho.

3. Não tema desafios

Após os 60 anos, muitas pessoas se retiram da vida ativa, por se considerarem velhos ou cansados. Esse é um grande erro. Devemos nos manter ativos e entusiasmados. Aceite como desafios para sua vida prática, como aprender novas tarefas. Aprenda Yoga ou Pilates.  Trabalhe como voluntário em sua paróquia ou comunidade ensinando às pessoas as suas habilidades. Procure um novo hobby. Aprenda informática. Navegue na Internet, usando e-mails ou redes sociais para fazer contato com seus amigos. Explore as oportunidades culturais indo a teatros e shows. Pesquise e escreva para si ou para outros.

Comentários