ATIVIDADE MENTAL E O ENVELHECIMENTO (parte 4)
Sexta, 04 de Março de 2016

4. Use técnicas de memorização

Alguns recursos poderão ajudar na memorização. Associações, por exemplo, como ligar uma pessoa que há 10 anos não vê e esqueceu o nome ao local onde a encontrava; procure um fato comum que ocorreu e ligue a pessoa ao fato. Faça perguntas a si mesmo como: até que ponto essa pessoa que conheci é parecida ou tem o nome igual a quem eu conheço? Qual a relação do assunto que ouvi se relaciona com outro conhecido? Qual a importância que essa informação tem para mim?
Escolha suas lembranças. Sempre que deixar o carro em algum local, memorize o local.
Pense antes de um diálogo qual o ponto importante que deverá ser tocado. Em entrevistas, use roteiros.
Repita constantemente e revise assuntos importantes; também, selecione o fato importante de uma leitura do jornal ou de um livro.
Preste atenção ao que está fazendo. Assistir televisão e ouvir rádio são distrações prejudiciais enquanto estiver lendo instruções ou preparando um assunto.
Faça anotações, pois elas serão úteis para você, uma vez que escrever é uma técnica eficiente de memorizar.

5. Cuide-se

Mantenha-se fisicamente ativo. Foi provado em um estudo, realizado na Finlândia, na Holanda e na Itália, que pessoas com atividade física regular têm um menor declínio mental com a idade.
Durma bem. O sono é indispensável para mantermos nossa capacidade mental. Devemos dormir de 6 a 8 horas diárias. Dormir menos de 6 horas ou mais de 8 horas é prejudicial ao idoso. Se não conseguir dormir normalmente, consulte seu médico para que lhe ajude. Não se automedique, pois muitas drogas, inclusive as derivadas de plantas, podem afetar a nossa memória. Outro fato importante é que o sono mais reparador é o que vai das 22 horas até as 2 horas da madrugada. O sono a partir desse horário, conhecido como sono REM, não é útil para nossa memória e nem para nosso cérebro.
Reduza o consumo do álcool. Embora campanhas que são feitas mostrando o efeito benéfico do álcool para o coração, devemos ver com certas restrições. Após os 65 anos, excesso de álcool é altamente prejudicial. A dose máxima diária recomendada é a de 120 ml de vinho (uma taça), de 360 ml de cerveja (uma garrafa long neck) ou 40 ml de destilado (uma dose).
Mantenha seu peso adequado. Com a inatividade, engordar é muito frequente. O excesso de peso prejudica suas funções vitais.
Reduza o sal alimentar. Com a idade, nosso rim funciona mais lentamente, tendo dificuldade de eliminar o sal. Restrinja-o ao máximo.

Comentários