VITAMINAS E SAIS MINERAIS: (parte 5)
Sexta, 13 de Maio de 2016

VITAMINA B5 (Ácido pantontênico)

A coenzima A é um fator importante na produção de proteínas, gorduras e hidratos de carbono, bem como na produção de hormônios esteroides e na produção de anticorpos.
Sua deficiência provoca fadiga, má-produção de anticorpos, cãibras musculares, cólicas e dores abdominais, mal-estar, fraqueza, insônia, estresse, queda de unhas e cabelos. Pode ser encontrada em produtos de origem animal, carne, leite, ovos, existindo em menor quantidade em grãos integrais e em frutas como o abacate. Pessoas vegetarianas podem desenvolver deficiência. Seu uso em excesso não causa doenças.

VITAMINA B6 (Piridoxina)

A piridoxina, conhecida por vitamina B6, é importante elemento no metabolismo humano na formação de anticorpos e de proteínas. Como é abundante na natureza tanto em alimentos de origem animal como de origem vegetal, sua deficiência é rara, ocorrendo apenas em alcoólicos, gravidez complicada e grave desnutrição. Na falta da Vitamina B6, pode ocorrer dermatite, anemia, gengivite, feridas na boca e na língua, náusea e nervosismo. Não há referência de doenças causadas por excesso dessa vitamina.

VITAMINA B12 (Cianocobalamina):

Essa vitamina é muito importante, pois sem ela os glóbulos vermelhos nascem deformados e sem capacidade de carregar o oxigênio. É importante também para a função cardíaca e para os nervos, pois sua deficiência gera nevralgias e dificuldade na circulação.
A única fonte desta vitamina são os animais que a conseguem, pois em seu intestino existem bactérias que as produzem e as ofertam para seus organismos. No homem existem estas bactérias, mas devido ao seu pequeno número, não conseguem suprir nossas necessidades. Como são necessárias pequenas quantidades, é rara sua deficiência em indivíduos normais.

A falta da vitamina B12 causa uma doença chamada anemia perniciosa, que pode levar o indivíduo à morte. Os grupos vulneráveis a esta doença são pessoas que tiveram seu estômago operado, pois o estômago fabrica um fator, chamado fator intrínseco, que contribui para o aproveitamento da vitamina B12 alimentar, gestantes, crianças e veganos (pessoas que não comem produtos animais). Os veganos devem usar suplemento vitamínico, pois estão sujeitos à doença devido à sua prática alimentar.

Comentários