Atividade mental (parte 2)
Sexta, 24 de Junho de 2016

O ser humano apresenta dois tipos de memória. A declarativa, que é aquela que referimos entre lembrar e esquecer-se dos fatos recentes ou antigos. Essa pode ser afetada pelo avanço da idade. A memória procedural é aquela que aprendemos com o repetir de nossas atividades. Dirigir, lavar dentes e tantas outras são processados abaixo do nível da consciência, e quase não é afetada pela idade.

O grande temor das pessoas quando esquecem alguma cousa é a de ter Mal de Alzheimer. Há, ao meu ver, exagero no diagnóstico dessa doença indesejada, tanto pelos médicos como pelos familiares. A seguir listaremos, segundo a Associação Americana de Alzheimer, o que é normal e o que deve preocupar as pessoas como sinal de doença mental:

São consideradas normais:

1. Esquecimento ocasional, como esquecer um compromisso ou o nome de pessoas.
2. Ficar distraído, como esquecer uma chaleira no fogão ou um alimento no forno.
3. Dificuldade ocasional de encontrar a palavra certa.
4. Desorientação ocasional, como esquecer o dia da semana ou do mês.
5. Dificuldade ocasional de tomar decisão na escolha de roupa ou de sapato.
6. Colocar ocasionalmente coisas fora do lugar adequado, esquecer as chaves ou a carteira.
7. Mudanças sutis do humor ou da personalidade, ser conhecido como “velho rabugento”.
8. Perda ocasional da iniciativa, cansar-se em lidas domésticas, dos negócios ou de obrigações sociais.
Vimos anteriormente que muitas falhas de nossas memória podem ser decorrentes da idade e são consideradas normais. Há, no entanto, outras que se constituem em sinal de alerta, pois sinalizam uma doença mental mais grave. Citaremos algumas a seguir.
9. Esquecimento frequente ou confusão inexplicável no local de trabalho a ponto de afetar suas habilidades profissionais.
10. Dificuldade de executar tarefas familiares, como preparar uma refeição ou esquecê-la de servi-la quando pronta.
11. Esquecer palavras simples ou usá-las inadequadamente.
12. Desorientação no tempo e no espaço, como não saber onde está ou não saber como voltar para sua casa ou para seu trabalho.
13. Perda do discernimento dos fatos comuns, como ir de roupão no supermercado ou usar um casaco de lã no dia muito quente.
14. Perda do pensamento abstrato, como não saber somar ou diminuir números simples.
15. Colocar objetos em lugares incomuns, como pôr um ferro de passar na geladeira ou um relógio de pulso no açucareiro.
16. Mudanças intensas da personalidade, como ficar desconfiado, excessivamente zangado ou medroso.
17. Falta completa de interesse nas atividades diárias.

Comentários