Como escolher seu médico (parte 1)
Sexta, 05 de Agosto de 2016

Em meu consultório, tenho sido questionado por pacientes que me fazem a pergunta: "Como devo escolher meu médico?" Pergunta complexa, que me levou a pensar muito para dar uma resposta adequada e sincera.

A medicina, como as outras profissões, tem passado por grande transformação nos últimos 50 anos. Em meu tempo de acadêmico e nos primeiros 20 anos de profissão tínhamos poucos exames complementares para ajudar-nos no diagnóstico. Tínhamos de fazer uma história completa do paciente, com um esmerado exame físico para chegarmos a um diagnóstico preciso. Com isso aprendemos a ouvir, a falar com nossos pacientes e dialogar muito, pois poderíamos errar e era importante o nosso cliente interagir conosco.

Com o surgimento das novas tecnologias, os médicos estão abandonando a arte de ouvir o paciente e interagir com ele. Para cada queixa que é ouvida sem um aprofundamento, o médico tem uma "bateria" de exames a indicar. Como não entendeu o paciente, não entende também o que os exames lhe informam, pois os exames são complementares, isto é, devem complementar o raciocínio médico.

A medicina evoluiu com segurança após adotar o método "medicina baseada em evidências", que analisa trabalhos feitos com esmero científico e com precisão estatística. Com essa filosofia moderna, todos os pacientes são tratados de maneira semelhante, não importando sua individualidade, o que tem gerado muito descontentamento, causa principal do grande número de processos contra os profissionais de saúde.

Por outro lado, com a formação abundante de médicos e sua colocação no mercado, os pacientes não conhecem mais os profissionais que, mesmo entre si, tem essa dificuldade. Com essa preocupação, diversas pesquisas têm sido feitas nos países desenvolvidos para saber quais as qualidades que o profissional tem de ter. Nos Estados Unidos, uma exaustiva pesquisa feita no país mostrou que os clientes desejam no médico as seguintes qualidades por ordem de escolha:

1. Avaliability, isto é, disponibilidade.
2. Amability, isto é, amabilidade.
3. Knowledge, isto é, conhecimento.

Em visão mais abrangente em nosso país deve ser colocada uma quarta qualidade: Probidade.

*Na próxima edição as considerações de cada qualidade profissional.

Comentários