COMO ESCOLHER SEU MÉDICO (Parte 4)
Sexta, 26 de Agosto de 2016

Como pode-se ver, a escolha do médico é realmente difícil de ser feita, pois muito são os fatores que a influenciam. Como tal darei a seguir uma opinião pessoal de como agir:

1. Tenha um médico probo como amigo. Quando tiver qualquer dúvida recorra a ele que lhe orientará o que fazer e a quem procurar. Lembre-se que quando um paciente chega ao médico encaminhado por colega a atenção do colega dobra pois tem um compromisso com o paciente mas principalmente com o colega que lhe encaminhou.

2. Não aceite consultas meteóricas pois um exame clínico deve levar, segundo o Conselho Federal de Medicina, no mínimo 15 minutos.

3. Quando um médico lhe pede uma grande quantidade de exames, pergunte qual o seu diagnóstico e para que servirão os exames. Se o médico não tiver resposta para esta questão é hora de procurar outro profissional, pois exames devem ser feitos para completar o raciocínio clínico e não para substituí-lo. Umas das maiores causas de erros médicos são exames mal entendidos.

4. Ao receber a receita do médico pergunte-lhe qual o seu diagnóstico e qual a finalidade dos medicamentos. Se ele não souber o diagnóstico, o risco do medicamento falhar é muito grande pois cada medicamento tem uma finalidade que é específica para cada doença. Receitados a esmo tem grande risco de falhar e de prejudicar seu usuário.

5. Ao necessitar ir para uma emergência fale com o seu médico de confiança para que ele entre em contato com o responsável da emergência informando-lhe sobre suas doenças prévias.

6. Quando for consultar leve sempre os últimos exames médicos realizados bem como uma completa relação dos medicamentos em uso.

Outros fatores a serem observados

Selecionar o médico certo pode significar a diferença entre conseguir tratamento personalizado que você quer ou ser visto como um número em um registro sem um rosto. A seguir estão algumas etapas a considerar na hora de escolher o médico certo para você.

Certificações e afiliações: peça a um amigo ou colega de trabalho, se eles sabem de alguns bons médicos na área. Compile uma lista ampla, permitindo que você escolha aquele que se adapta às suas necessidades. Lembre-se de que eles precisam ser localizados perto o suficiente para que você seja capaz de fazer uma visita com relativa facilidade. Busque hospitais da região ou escolas de medicina para recomendações também.

Verifique se todas as suas escolhas são devidamente certificados. Você pode chamar o CRM (Conselho Regional de Medicina) para saber se um médico é certificado em uma especialidade específica.

Serviços e Aceitação de Planos de Saúde: saiba quais os serviços que são oferecidos no escritório médicos. Alguns terceirizam seu trabalho de laboratório e raios-X ou outros exames e testes. Lembre-se que quando isso é feito, também significa mais custos, principalmente em planos de co-participação.

Conheça a equipe: Não é uma experiência agradável quando você está doente e a equipe do escritório não faz um bom atendimento. Eles são amigáveis e educados? Ninguém quer lidar com uma pessoa agressiva quando você está doente.

Descubra o que o tempo médio de espera é para agendamentos: Se a equipe do médico agenda muitos pacientes por hora, você pode ter que esperar um bocado cada vez que você vá para uma consulta.

Essa pesquisa pode demorar um tempo. E cada problema exigirá um médico de diferente especialização. Porém, com paciência, você irá encontrar o médico certo para seu caso. Mas não deixe de fazer sua parte enquanto não o encontra.

Comentários