ENVELHECENDO COM SAÚDE(XVI)
Sexta, 14 de Fevereiro de 2014

SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEL (SII)

Doença muito prevalente que atinge cerca de 15% da população, principalmente mulheres, que se caracteriza por dor e desconforto  abdominais crônicos,distensão abdominal e formação de gases, diarréia ou constipação e eliminação de muco(catarro) nas fezes. Sempre de evolução benigna pode ser confundida com doenças mais graves.

Normalmente nosso intestino contrai-se de maneira regular que transporta os alimentos para serem absorvidos sem que tenhamos consciência de seu funcionamento. Na SII o movimento intestinal está alterado para mais ou para menos criando excesso ou dificuldade de transporte, formação de gases, desconforto e cólicas abdominais. Pelos motivos acima a o paciente poderá apresentar os seguintes sintomas:

Dor abdominal no baixo ventre em pontada ou cólica que melhora com a eliminação de fezes ou gases.

Diarréia  que acomete a maioria dos portadores, que surge durante o dia e que é acompanhada de muco mas não de sangue.

Constipação que ocorre em um menor número de pessoas obrigando ao uso de laxantes fortes. Apresenta muco mas raramente sangue.

Causa. Não se conhece exatamente a causa da SII. Acomete principalmente mulheres jovens e sua história começa por eventos determinados como infecções intestinais, intoxicações alimentares e crises de estresse.  Existe uma sensibilidade aumentada dos músculos intestinal bem como um aumento da sensibilidade do cérebro que acusa contrações intestinais normais como se doença fosse.

Há um componente genético fraco sendo o desencadeante principal os fatores ambientais como  determinados alimentos, refeições irregulares, estresse, excesso de responsabilidade e outros.

Como não produzem alterações identificáveis no intestino, o diagnóstico é feito por uma cuidadosa história médica e um adequado exame físico. Exames complementares somente serão necessários quando houver sinais de alarme como febre emagrecimento, anemia e outros ou quando houver suspeita de outras doenças com sintomas semelhantes como intolerância à lactose e  ao glúten, doenças inflamatórias,parasitoses intestinais e outras.

O tratamento consiste em corrigir maus hábitos alimentares, aumentar fibras vegetais solúveis,  praticar exercícios regulares e reduzir o estresse.

Até há 10 anos poucos eram os medicamentos eficientes. Hoje, no entanto temos ótimos medicamentos que agem no músculo intestinal aumentando ou reduzindo sua função de acordo com os sintomas e eficientes medicamentos que reduzem a sensibilidade do cérebro à dor. O prognóstico sempre é favorável pois a SII não reduz a quantidade de vida mas prejudica sua qualidade. Preste atenção:

A SII é doença benigna que inicia na juventude mas pode ter seu início após os 50 anos.

Se seu aparecimento se fizer após os 50 anos deve ser investigada com exames para afastar doenças mais grave como o câncer intestinal.

Febre, emagrecimento, diarréia noturna, sangramentos importantes e muita dor abdominal o médico deve ser procurado pois deve  tratar-se de doenças mais graves.

 

Carlos Antonio Madalosso

Membro das Academias  de Letras e de Medicina

e-mail: madaloss@gmail.com

Comentários