Anemias (1ª parte)
Sexta, 17 de Outubro de 2014

Nossa vida depende do oxigênio que retiramos do ar. Absorvido pelo pulmão é transferido para o sangue que o distribui para todo o organismo onde exerce sua função vital. Sem oxigênio não podemos viver.  Células que recebem pouco oxigênio vão atrofiando e tendo dificuldade de executar suas tarefas básicas.

O corpo humano tem cerca de 8% de seu volume constituído por sangue. Uma pessoa de 70 quilos terá, em média, 5,6 litros de sangue. Este é composto por líquidos, por proteínas e por células. Destas, as mais importantes são os glóbulos vermelhos. Estas células carregam uma proteína, a hemoglobina, que é encarregada do transporte do oxigênio. Diz-se que uma pessoa tem anemia quando dispõe de poucos glóbulos vermelhos ou quando tem pouca hemoglobina ou ainda lhe faltam ambos os fatores.

Cada cem ml de sangue contém em média cinco milhões de hemácias (glóbulos vermelhos) e 13 gramas de hemoglobina. Estes dados sofrem mutação com o avançar da idade quando há maior concentração de glóbulos bem como com a altitude do local, uma vez que pessoas que vivem em montanhas dispõe de maior número de glóbulos vermelhos de que os que moram ao nível do mar. Isto se deve ao fato que o ar mais rarefeito das montanha necessita maior eficiência no transporte do oxigênio para as células.

As crianças pobres e as mulheres grávidas frequentemente apresentam deficiência de hemoglobina. As crianças pobres tem grande necessidade de ferro devido ao seu crescimento. Não dispondo dos alimentos ricos neste mineral e nem de proteína são vítimas de desnutrição crônica. As mulheres grávidas têm sua necessidade aumentada devido ao feto que consome nutrientes. 

Pessoas anêmicas apresentam sintomas que são desagradáveis, incapacitantes e às vezes perigosos, pois colocam a pessoa em risco de desmaio e de perda de consciência. Fraqueza, dor de cabeça, irritabilidade, cansaço fácil e dificuldade de praticar exercícios devido à falta de ar quando o organismo é um pouco mais exigido. Pessoas que tenham suas artérias comprometidas por arteriosclerose podem desenvolver angina do peito ao menor movimento.

Crianças têm, muitas vezes, desejos de se alimentar com alimentos estranhos o que era atribuído a vermes (ataque de bichas) mas, sabe-se hoje que é causado pela anemia.

(Continua na próxima semana).

Comentários