Sucesso profissional depende de diploma de elite?
Sexta, 20 de Novembro de 2015

Será que é possível analisar o êxito de profissionais diplomados em larga escala e tirar lições sobre o que foi preponderante para prepará-los, enquanto estudantes, para a sucesso profissional na carreira?

O Instituto Gallup e a Purdue University conduziram uma pesquisa com 30 mil universitários formados para investigar os fatores de sucesso em suas carreiras e chegaram a algumas conclusões bem interessantes sobre o perfil do aluno e da escola.

O índice Gallup-Purdue constatou, por exemplo, que as escolas de elite não ofereceram melhores resultados em termos de sucesso profissional que instituições públicas e privadas menos seletivas. Vale ressaltar que a pesquisa foi feita nos EUA, mas ainda assim merece interpretação.

O principal aspecto observado na pesquisa foi o engajamento do profissional, sua consequente produtividade e felicidade no trabalho. O relatório final define engajamento como a situação em que os trabalhadores gostam do que fazem e se sentem intelectual e emocionalmente ligados aos seus trabalhos.

No levantamento, os pesquisadores perceberam que aqueles profissionais que concordaram totalmente com seis afirmações sobre a vida de estudante mostraram uma propensão duas vezes maior de engajamento no trabalho.

Afirmação 1: “Tive pelo menos um professor que me deixou entusiasmado em aprender”

Afirmação 2: “Meus professores se preocupavam comigo enquanto pessoa”

Afirmação 3: “Tive um mentor que me encorajou a buscar meus sonhos”

Afirmação 4: “Trabalhei em um projeto que demorou um semestre ou mais para ser concluído”

Afirmação 5: “Consegui um estágio ou emprego que me permitiram aplicar o que eu estava aprendendo em sala de aula”

Afirmação 6: “Fui ativo em atividades extracurriculares e organizações enquanto fazia faculdade”

Segundo a pesquisa Gallup-Purdue, não interessa de onde você vem ou se você tem um diploma de uma universidade de elite, mas como você age e qual o seu nível de interesse enquanto aluno e, depois, como profissional. Matéria compartilhada de um site de economia.  

Comentários