A conquista, o pódio é para poucos?
Sexta, 20 de Maio de 2016

Os vencedores de verdade são pessoas que têm um modo diferenciado de pensar e de enxergar a vida. Sua mente funciona de maneira a traçar claramente todos os seus objetivos, planejar e executar de modo que alcancem suas metas, independente das dificuldades que surgirem pelo caminho.

O que faz um profissional conseguir realizar suas metas quando tantas pessoas desistem? Um talento extraordinário, uma entrega total e irrestrita? Seria ainda muita dedicação e estudo, muita superação de seus próprios limites, uma mistura de dom e capacitação?

Qual é, afinal, o segredo?

Ser um vencedor, é um estilo de vida embasado em uma forma especial de lidar com tudo, seja na vida profissional, pessoal ou nos relacionamentos.

Muita gente pensa que a garra resolve tudo, ou que a dedicação é suficiente para fazer você chegar ao topo, ou que o comprometimento é fundamental para ter sucesso na vida. Mas nada disso, isoladamente, é suficiente para moldar um verdadeiro campeão. Os segredos para se fazer um campeão vão muito além disso, transcendem a todos os conceitos isolados e implicam em ter um modo de pensar voltado para a vitória, para o sucesso, o tempo inteiro.

Para a maioria das pessoas, a visão de uma conquista é somente o momento do aplauso, mas, a vitória é consequência de um objetivo bem definido e muito trabalho. Quando você tem um objetivo bem definido, coloca toda a sua energia nele e o resultado dessa dedicação acaba aparecendo de modo espetacular.

É assim que funciona a mente vencedora. Uma vez tendo definido seu objetivo, concentra suas energias no seu foco de ação. E então, com garra, determinação, uma estratégia clara, trabalho consistente e muita competência superior.

Os vencedores também não perdem tempo com crises existenciais. Eles decidem, planejam e realizam. Eles sabem que “querer não é poder”, mas, sim, que “fazer é poder”.

Parece incrível, mas os maiores destruidores de nossos sonhos somos nós mesmos. O pior adversário está dentro de você.

Por isso, agir na certeza, entrar no jogo da vida com a própria vida. Vencedores, campões vão inteiros, analisam a situação e arriscam tudo. Como você sabe, numa luta, vence aquele que tem mais competência, mas que também coloca a própria vida na mesa.

O campeão nunca se permite estar pela metade em algo que se propõe fazer. Ele vai inteiro em busca da realização da sua meta, da concretização do seu sonho.

Texto baseado em livros de Roberto Shinyashiki.

Comentários