Primeiros passos pós-eleições
Sexta, 31 de Outubro de 2014

Logo após o apagar das luzes e a guardas das urnas eletrônicas movimentações politicas econômicas entraram em cena. 

A primeira movimentação foi o “decreto bolivariano”, o governo teve sua primeira derrota após as eleições, comandada pela oposição e com apoio de parte da base aliada do governo (PMDB). Decreto bolivariano, que é decido por plebiscito ou será referendo para realizar uma reforma politica? 

 Como é possível dispor algo para que a população em geral tome decisão importantíssima, se grande parte dela não tem conhecimento correto destas expressões. Vamos fazer um adendo sobre estas expressões:

- Decreto bolivariano: Conselhos populares para discutir as politicas publica em todos os órgãos federais, substituir os canais instituições normais, onde a escolha dos grupos pode ser de forma não muito clara.

- Plebiscito: É convocado previamente à criação de ato legislativo ou administrativo que trate do assunto em pauta.

- Referendo: É convocado após a confecção do ato, cabendo ao povo ratificar ou rejeitar a proposta.

- Reforma politica: Conjunto de propostas de emenda constitucionais e PC’s da lei para aperfeiçoamento do sistema politico do país. 

Para chegar a um denominador e bater o martelo, é necessário uma discussão aprofundada e com efetividade nas propostas, algo que nos é deficiente. 

A outra ocorreu nesta quarta-feira, 29 de outubro de 2014 que foi a elevação da taxa básica de juros, Selic em 0,25%, ficando no patamar de 11,25% a.a. Com inflação resiliente, preços reprimidos, os próximos movimentos devem ser de cautela e ajustes. 

As eleições passaram os eufóricos ou os modestos todos voltaram ao trabalho, às vidas seguem e reiterando que para ver o sol ou aproveitar a sombra se faz necessário trabalho árduo e que as mudanças podem ser feitas a qualquer momento da vida, não existem regras nem limites. 

O veneno só faz mal se você engole.

Comentários