20 anos cantando para os males espantar
Sexta, 24 de Abril de 2015

A música é algo que nos faz sentir diversos sentimentos, dependendo do seu ritmo e de sua melodia, sorrimos ou choramos, cantamos e dançamos, e sempre que estamos em uma roda de amigos tocando violão, ou em outras situações em que a música faça parte deste momento, ouvimos a seguinte frase: Quem canta seus males espanta. E esta frase faz muito sentido, pois a música nos faz viver melhor, de bem com o mundo e nos deixa mais felizes e dispostos. Mas essa famosa frase que citei anteriormente, além de ser conhecida por todos, é letra de uma das músicas do repertório do Coral da URI, este que está completando em 2015, 20 anos de fundação.

O coral da URI foi fundado no dia 15 de março de 1995 e seu objetivo foi aproximar a universidade das comunidades que são parceiras da URI no desenvolvimento educacional e também na cultura local. O coral da URI é composto por alunos, professores e também pessoas da comunidade que gostam e possuem aptidão para cantar e encantar pois sempre emociona a todos em suas apresentações no município e também fora dele, inclusive em outros estados.

O coral é filiado em ligas de corais, onde há encontros e festivais. Filiado na Federação de Coros do Rio Grande do Sul, Liga Oestina de Corais e Liga Alto Uruguai de Coros, onde já foi premiado em todas as ligas e conquistou o primeiro lugar em 8 festivais. Representando não só a URI, mas o município e a comunidade regional, o Coral é um dos patrimônios culturais do nosso município e sempre faz suas apresentações em grandes eventos que acontecem no município. O maestro do coral é Artemio Antonio Tibolla que desde sua fundação, faz arranjos e escolhe o repertório do coral que não fica apenas na língua portuguesa, mas também no inglês, espanhol, italiano e inclusive músicas africanas já fizeram parte do repertorio do coral.

O maior prêmio que o coral recebeu foi o concedido pelo governo do Estado do Rio Grande do Sul, em 2004, na sua primeira edição, juntamente com Paixão Cortes, Carmen Silva, Yamandu Costa, Lia Luft entre outros artistas e intelectuais: o prêmio destaque da cultura gaúcha, pelo conjunto das apresentações do Coral. Os coralistas gravaram dois CDs, “No som da voz a alma se faz canção” e “Canção com todos”, em parceria com Dante Ramon Ledesma e o DVD Coral da URI em parceria com a Rede Vida de Televisão.

Comentários