Eternas crianças
Sexta, 10 de Outubro de 2014

Somos todos crianças, brincamos, brigamos, e agimos como crianças, possuímos vontades, queremos tudo na hora e invejamos quando não temos o que o amigo tem. Somos crianças quando agimos de maneira equivocada, quando não nos colocamos no lugar do outro e pensamos apenas em nós. Somos todos infantis de pensar que a vida gira ao nosso redor e que vivemos em uma bolha, essa que nada pode atingir e que sempre estará intacta a todas as mudanças.

Somos todos, crianças não só pelos fatos que fazemos e que lembram esses pequenos seres, mas no olhar carinhoso que possuímos para com as pessoas que amamos, quando sem perceber abraçamos nossos amigos, quando falamos a verdade e agimos sem ver defeitos, apenas colocando a nossa opinião. Somos crianças quando alguém nos magoa e choramos no quarto, quando algo não está bom e corremos para o colo de familiares e de amigos, quando possuímos muitos anos de vida, mas não deixamos que a nossa infância e que a criança que está dentro de nós se perca.

Amigos, somos eternas crianças que amam sem perceber, que aprontam sem medir os prós e contras, mas que sempre possuem alguém para confiar e para ajudar nos momentos difíceis. Ser criança é sempre pensar no futuro, é torcer para que o dia de amanhã não chova para que a brincadeira continue, é compartilhar de momentos de alegria com os outros e sempre viver intensamente ao lado das pessoas que amamos.

Nesta semana da criança, faço a minha singela homenagem a todos os pequenos leitores, e a todos os meus alunos que a cada dia me surpreendem com uma nova experiência, uma nova conversa, um novo contato. A cada dia que passa, vejo a importância das crianças para o futuro, e principalmente a responsabilidade que todos nós temos como sociedade com essa turminha, seja na família, sala de aula, ou mesmo na rua. 

Não poderia deixar de comparar a nossa vida que é tão turbulenta e cheia de responsabilidades, com nossas crianças. Somos eternas crianças, pois nossa cabeça muda, mas aquilo que é nosso sempre continuará sendo nosso. Todos crescemos, amadurecemos e isso é algo importante para nós, o que não podemos fazer é perder a nossa vontade, o nosso sonho de criança. 

Comentários