Prenúncio de alterações à extinção
Sexta, 05 de Fevereiro de 2016

Bom dia mui amados leitores. Fevereiro se inicia com o prenúncio a muitas variações climáticas em todo o planeta, bem como nas sociedades.

Aprendiz: Dizem por aí que o mês de fevereiro deste ano será marcado pelo início de uma série de fenômenos que irão suscitar um grande processo de debate na sociedade. O que poderá acontecer a partir de fevereiro?

Mestre: O ano de 2016 culminará em grandes alterações do planeta e tensões na humanidade. Fevereiro é o mês em que o processo da dualidade dos corpos celestes será manifestado de maneira mais significativa. Aumentará a probabilidade da ocorrência de grandes alterações climáticas, tais como: temporais, vendavais, ciclones, furacões, maremotos, nevascas, ondas de frio e de calor.

Aprendiz: Esses acontecimentos são decorrentes das ações inconsequentes do homem sobre a natureza, devido ao processo de desenvolvimento do tipo exploratório em que os governantes não respeitaram o sentido da sustentabilidade que preza o meio ambiente, seus recursos, como fonte de vida para as gerações atuais e futuras.

Mestre: De fato o processo de desenvolvimento com base apenas na exploração dos recursos do meio ambiente tem gerado alterações no Ecossistema (biológico, físico-químico), as quais geram consequências incalculáveis para o planeta e para a humanidade. Recentemente, ocorreu o desastre na barragem do Fundão (Mariana-MG) em que os danos podem ser classificados como visíveis (morte de pessoas, morte de seres vivos da flora e da fauna, destruição de casas e ambientes) e os danos invisíveis (destruição de ecossistemas do solo, das águas, do mar) que os cientistas ainda nem têm idéia do nível de dano causado e gerado nos próximos 50 a 100 anos. Neste caso, nem mesmo os 20,2 bilhões de multa a ser pago pelas mineradoras e empresas associadas (Samarco, BHP e Vale) será capaz de recuperar a área destruída, sanar o solo, os rios, riachos e o mar, recuperar as atividades de trabalho e de sustento, como dos agricultores das regiões banhadas pelo rio doce - de Minas Gerais até o Espírito Santo – e muito menos trazer à vida daquelas pessoas que morreram devido à gigantesca onda de lama tóxica no rompimento da barragem que destruiu tudo pela frente. Soma-se a essas ações humanas que causam alterações no meio ambiente àquelas referentes a testes de armas de guerra, como as nucleares. Mas também não se deve esquecer as ações humanas que geram poluições de maneira discreta e despercebida pela maioria da população, como a poluição das águas de consumo e de produção pelos produtos químicos utilizados na agricultura, na pecuária e na saúde pública (resíduos de medicamentos, resíduos hospitalares), resíduos industriais e resíduos domésticos. Para finalizar, acerca das alterações no meio ambiente, só estaria faltando à descoberta de corpos celestes que coabitam o sistema solar, tais como uma estrela irmã do Sol e um planeta “X” capazes de alterar completamente a estrutura bem ordenada das órbitas dos planetas e da Terra. Diante de tais consequências, será o homem mais uma espécie em processo de extinção? Tenham uma ótima semana e que Deus ilumine vossas mentes e corações!

Comentários