Sociedade de sábios, puros e justos
Sexta, 24 de Junho de 2016

Bom dia, mui amados leitores. Vive-se numa nação que possui uma das constituições mais completas em direitos humanos do planeta, mas há justiça nas sociedades?

Aprendiz: Mestre; toda sociedade possui leis que servem para balizar e garantir os direitos e deveres de todos os cidadãos, mas todos os dias somos atropelados com informações do tipo: a) crianças, jovens, adultos e anciãos doentes esperam horas nas filas de hospitais na esperança de serem atendidos por médicos, enfermeiros, psicólogos, técnicos administrativos que estão em greve, pois o governo não paga os salários (Art. 196º da CRFB: A saúde é um direito de todos e dever do Estado...); b) pais de crianças e jovens estão revoltados com os diretores de escolas, devido à greve dos professores e técnicos da educação, pois o governo não paga os salários devidos, integralmente e com os ajustes e correções (Art. 205 da CRFB: A educação é um direito de todos e dever do Estado...); c) trabalhador é assaltado e criança é baleada em tiroteio da polícia com criminosos (Art. 144 da CRFB: A segurança pública, dever do Estado...); d) estudante é preso ao fazer pronunciamento público sobre candidato envolvido em fraude eleitoral (Art. 5º dos Direitos e Garantias Fundamentais/CRFB: ... a liberdade de expressão); e) policial prende desempregado por roubar um litro de leite e um saco de arroz do mercado (Art. 6º da CRFB: são direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia...). Mesmo com tantas leis que asseguram os direitos dos cidadãos, não parece existir justiça na sociedade, nem mesmo o Estado parece cumprir suas obrigações. Quando os gestores, representantes eleitos pelo povo, iniciarão a leitura da Constituição para exercer suas funções de modo a contemplar os direitos do povo? Ou seria preciso a intervenção ampla do Ministério Público Federal para fazer cumprir os ditames da Lei maior da nação e, dessa forma, colocar o país nos trilhos da ordem, do progresso social, econômico com segurança ambiental? Afinal, por que não é feita a justiça na sociedade?

Mestre: Para que a sociedade seja justa, é necessário que o seu povo seja instruído no caminho da educação de qualidade com boa ética. É necessário que o povo tenha saúde física, psíquica, moral e espiritual. Que o povo tenha salário digno capaz de sustentar e desenvolver uma família, além de gerar renda. Mas enquanto a sociedade for mantida por homens de aparências que vestem belos trajes para esconder seus astutos caráteres de lobos, serpentes, leões e abutres para se manter no status quo, nos sistemas de poder, tramando contra os direitos de seus semelhantes, então, mesmo que existam belas leis, nunca haverá justiça na face da Terra.

Aprendiz: Mas, então, como surgirá a justiça?

Mestre: A justiça surgirá quando o interesse próprio, a maldade, o ódio, a inveja, a perversão forem eliminados pela verdade. Para tanto, é necessário que os homens sábios, de corações puros e de mãos limpas ajam na busca e revelação da verdade. Quando homens sábios, puros e justos atuarem efetivamente nas sociedades, então a justiça será exaltada e uma nova era social surgirá de modo organizado, ético, humano e harmonioso. Tenham uma ótima semana e que Deus ilumine vossas mentes e corações!
 

Comentários