O princípio do vazio
Sexta, 28 de Abril de 2017

Bom dia mui amados leitores. Vive-se num período em que as verdades nuas e cruas estão sendo reveladas.

Aprendiz: A mídia, a cada amanhecer, revela novos nomes de autoridades e personalidades envolvidas em escandalos: políticos, financeiros, sociais, amorosos. Por quê essas anormalidades se tornaram, de certa forma, uma regra geral?

Mestre: O ser humano, a sociedade como de outrora, está em processo de extinção. Parte da humanidade luta para mantê-la, outra parte para destruí-la.

Aprendiz: Mas por quê querem destruí-la?

Mestre: Abriram a caixa de Pandora, liberando no mundo o inverso da criação divina, denominado o Princípio do Vazio. O ser humano não semeia para um futuro próspero e fraterno da humanidade, vive apenas para o momento, uma vez que deixou de ser semente. O ser humano não semeia para um relacionamento duradouro, pois o espaço para o amor foi preenchido pelo vazio. O espaço para a conversação, o diálogo, os sentimentos foram para as núvens do mundo virtual (artificialmente criado). Vida e morte estão sendo dramatizados pelos atores na rota da virtualidade, enquanto as sementes da virtuosidade, do humanismo, estão sendo extintas nas famílias, nas políticas, nos governos, nas sociedades. A física ensinava que dois corpos não ocupavam o mesmo espaço ao mesmo tempo, mas o mesmo não é válido para o Princípio do Vazio, onde corpos ocupam o mesmo espaço ao mesmo tempo na imensidão do nada (o vazio). Assim, o ser humano tentando ser um artífice criador do universo, tornou-se num buraco-negro.

Aprendiz: Mas o que deve ser feito para alterar essa rota ao princípio do vazio?

Mestre: Liberte-se! Desperte sua autoconsciência, torne-se filho do supremo criador do universo (Deus) e seja um semeador da vida (do amor, da bondade, da fraternidade, da justiça, da liberdade, do humanismo). Tenham uma ótima semana e que Deus ilumine vossas mentes e corações!

Comentários