Páscoa!
Sexta, 11 de Abril de 2014

Bom dia mui amados leitores, hoje, faremos uma abordagem na história sobre a Páscoa.

Aprendiz: Mestre, muitos comemoram a Páscoa como a festa da ressurreição de Cristo, mas a Páscoa sempre teve a mesma tradição?

Mestre: Existem tradições milenares acerca da Páscoa antes mesmo da vinda de Jesus ao mundo. Dentre estas, destaca-se a tradição judaica da Pessach (passagem) em 1060 (a.C.) que diz respeito à passagem de um Anjo enviado por Deus para alertar o povo hebreu que estava escravizado no antigo Egito. O Anjo teria avisado a Moisés que na noite seguinte os filhos primogênitos dos descrentes morreriam. Para evitar que o anjo da morte levasse filhos de judeus, Moisés ordenou que cada família judia sacrificasse um cordeiro imaculado e utilizasse o sangue para marcar os murais das casas, como sinal que evitaria a entrada do anjo da morte em seus lares impedindo, portanto, a morte de seus filhos primogênitos. Na noite derradeira, os judeus comeram o cordeiro com pão ázimo e o filho do faraó faleceu. Após, o povo hebreu partiu do Egito, passando de povo escravo a libertado para uma nova vida (êxodo). Esse episódio histórico foi passado de geração em geração como lei para que povo judeu nunca se esqueça de que Deus os auxiliou na hora que eles mais precisaram. Essa tradição da Páscoa fortalece a fé no povo hebreu, bem como os princípios de justiça e liberdade.

Aprendiz: E qual é o significado de Páscoa na cultura cristã?

Mestre: Para os cristãos a Páscoa também possui o sentido de passagem, mas com outro significado. No cristianismo a Páscoa representa a ressurreição de Jesus Cristo, ou seja, sua passagem da morte à nova vida, confirmando os seus ensinamentos aos apóstolos, conforme anunciado na última ceia em que Jesus pegou um pão e dando graças disse: tomai e comei, isto é o meu corpo que é partido por vós. Depois de cear, pegou um cálice de vinho e disse: tomai e bebei, este é o cálice do meu sangue, o sangue da nova e eterna aliança que será derramado por vós para remissão dos pecados. Fazei isto toda vez que comerdes e beberdes em minha memória... Assim, a Páscoa cristã representa a nova vida, a vida além da morte, comprovada na ressurreição de Jesus que ocorreu no terceiro dia após a crucificação (na sexta-feira santa). A Páscoa é sempre comemorada no domingo, conforme determinado no I Concílio de Nicéia em 325 (d.C.) e a promulgação do calendário gregoriano em 1582. 

Tenham uma ótima semana, um ótimo domingo de Ramos e uma excelente comemoração de Páscoa! Que Deus ilumine vossas mentes e corações!

Comentários