União
Sexta, 16 de Janeiro de 2015

União

 Gostei do time do União no primeiro jogo-treino contra o selecionado de Frederico Westphalen. Embora os goleiros não tenham sido exigidos, já conhecemos a qualidade do Lúcio, e o Nícolas veio muito bem recomendado. Os alas, ou laterais, causaram boa expressão, os zagueiros foram firmes e dois deles ainda não jogaram.

Os volantes foram bem, mas precisam crescer de produção assim como os meias que confirmaram as expectativas e devem crescer muito mais. Jeferson foi o grande destaque do meio.

No ataque são boas as opções, mas para o gauchão, a força e velocidade precisam melhorar muito para fazer frente aos zagueiros adversários.

Não esquecendo que foi apenas o primeiro jogo treino e a equipe deve render muito mais.

 Treinamento

A disposição tática apresentada pelas duas equipes no domingo mostraram a grande competência do técnico Rodrigo Bandeira. Mesmo tratando-se do primeiro jogo, o time preencheu bem os espaços, os alas apoiaram bem e a bola chegou no campo de frente com qualidade, embora não diretamente para o centroavante Josiel, que foi quem menos teve oportunidades.

Fazendo um paralelo com 2014, as esperanças do torcedor certamente são muito maiores.

 Alas

As jogadas pelos flancos foi o que mais me agradou neste jogo treino. O União mostrou que deve explorar muito este setor, facilitando aos atacantes bem como para a chegada dos meias e até volantes.

Apesar de muito cedo para afirmar, acredito que o União tem tudo para fazer um bom campeonato. Falo com a experiência de quem acompanhou diretamente a primeira divisão por seis anos, sendo inclusive setorista.

Faltou a explosão necessária para o ataque, mas isso vem com o passar dos dias.

 Amistoso

Amanhã, 17, será o momento de avaliarmos melhor o rendimento da equipe, aí sim, num amistoso contra uma equipe profissional, que prepara-se para o campeonato paranaense. O confronto contra o Cascavel, às 17 horas no Vermelhão da Colina, dará ao torcedor a oportunidade de avaliar melhor o time. A comissão técnica por sua vez, avalia a equipe todos os dias.

 Preparação

O condicionamento físico dos atletas ainda não é o indicado para a estreia, mas deu pra perceber que a equipe que jogou uma hora durante um sol escaldante do último domingo cansou, mas esteve longe do péssimo rendimento dos primeiros trabalhos de 2014, quando o grupo “babou na gravata”.

Sem dúvidas, o trabalho do Pedro Francke é muito qualificado.

 Arena

Dia 31 acontece a estreia do União na elite do futebol gaúcho, e de cara, um teste pra ninguém botar defeito. Encara o Grêmio na Arena. Esta é uma ocasião extraordinária para que todos possam sentir este privilégio, degustando o que há de melhor.

Acho que agora o torcedor frederiquense e da região está muito próximo de acreditar no que está acontecendo, pois até então a ficha ainda não havia caído.

 Dupla Grenal

Com o passar dos dias, o Internacional acabou confirmando boa parte das contratações anunciadas e monta um time capaz de vencer grandes competições. Rever, Nilton, De Arrascaeta, Léo são contratações que garantem ao torcedor segurança na equipe.

Já o Grêmio que manteve a sua base para de início disputar o Gauchão, está muitíssimo bem.

Comentários