União
Sexta, 20 de Fevereiro de 2015

No jogo de quarta-feira, o União Frederiquense apresentou evolução em alguns setores, mas a principal mudança foi no estado anímico. O time finalmente jogou 90 minutos concentrado.

A marcação esteve melhor, o ataque esteve mais forte e o meio de campo mais participativo. Ressalte-se, no entanto, que tecnicamente todos os setores precisam melhorar.

O enfrentamento com o Lajeadense mostrou também, que o União não merece estar nessa posição da tabela.

Reforços

Beto Almeida ganha reforços importantes para a sequência do campeonato, Juninho Botelho apresentou qualidades, Jeferson deve estar voltando e Lenilson é a nova contratação, ambos para um setor que precisa de mais qualidade e mais acerto.

Na zaga, Talis deve estar pronto em breve e com a volta de Fred o setor também estará reforçado. Além disso, Bambú se apresentou bem nas bolas aéreas o que já é um grande acréscimo. O União está no caminho certo, buscando o padrão de jogo tão esperado.

Dinâmica

O que o torcedor está cobrando é um time com mecânica de jogo, atacando com qualidade e impondo sufoco no adversário. Isto tudo é possível, mas não pode se desconsiderado o fato de que em campo há sempre um adversário com qualidade e que o seu torcedor também quer a mesma coisa.

Com exceção do segundo tempo contra o Ipiranga, o União não esteve abaixo dos demais clubes do interior, o que está faltando é a efetividade, a conclusão com acerto, a bola na rede e a consequente soma de três pontos a cada jogo.

Só a vitória pode resolver os problemas da equipe e apaziguar tudo.

Excesso 

Na opinião dos torcedores há um excesso nas exigências da fiscalização durante os jogos. Convenhamos que impedir o cidadão de entrar com uma folha de jornal para sentar na arquibancada beira ao absurdo.

Não se contesta, no entanto, as exigências das autoridades locais, o que se cobra é uma padronização, o que vale aqui tem que valer nos demais estádios. Da mesma forma, o que não é permitido aqui, que não seja permitido em outros estádios. 

Polêmica

A polêmica só é positiva quando dialogar com a inteligência, o conhecimento de causa e o objetivo comum do acerto, caso contrário remete ao erro, ao desgaste desnecessário e o comprometimento da imagem.

Quando a paixão é maior que a razão, estamos sujeitos ao mergulho sem volta e a auto dilaceração. É como tomar veneno em taça de champanhe, no começo o sabor talvez possa parecer bom...

Comentários