União irá valorizar atletas da região
Sexta, 26 de Junho de 2015

Muito animadora a entrevista do diretor de futebol do União, Celson Oliveira, no Café com Futebol da rádio Luz e Alegria de terça-feira, 23. Celson revelou que o clube está valorizando atletas da região, mas trabalha na montagem de uma equipe forte para fazer uma boa campanha na Copinha e no Mata-Mata.

“Não podemos colocar a história do União no ralo, vamos montar uma equipe que represente bem o clube e a nossa região”, destacou.

Técnico

Marcelo Caranhato é um jovem treinador que já passou pelo União e não teve um tempo considerado ideal para uma melhor avaliação. Trata-se de um profissional que investiu em conhecimento e pode sim fazer um bom trabalho no União. Ouço, porém, de algumas correntes da imprensa que o mesmo não é adepto a dar entrevistas, ou em outras palavras não teve um relacionamento positivo com os entrevistadores quando da passagem anterior por aqui.

O tempo é senhor da razão e encarrega-se de colocar bom senso em todos os seres humanos, tomara que desta feita, Caranhato seja mais compreensível com os questionamentos.

Preparador

Considero Pedro Franke um profissional dedicado, que busca fazer o seu trabalho com competência. No primeiro semestre teve uma dificuldade muito grande para administrar certos atletas que comprometeram todo o trabalho pelo comportamento extracampo. 

Precisa ficar mais atento a isso e contar com a agilidade da direção em tomar providências quando necessário. Em tempo, quando criticada a preparação física, é claro, sem pretender atingir o trabalho, mas sim o rendimento de alguns atletas. Pedro foi inteligente o suficiente para compreender e respeitar a opinião dos cronistas.

Brasileirão

A dupla Grenal vive um momento distinto, o Grêmio correspondendo nos jogos em casa e o Internacional sem vencer fora do Beira Rio. Mesmo o Grêmio estando melhor nos resultados, não há como ficar satisfeito com a posição na tabela, nem de um nem de outro. 

A cada campeonato Brasileiro que começa, sempre um ou outro aparece como candidato ao título. Desta vez é o Internacional, só que falta ao colorado agir como candidato e não somente figurar na lista dos possíveis.

Copa América

É, está difícil, o futebol brasileiro que há muito não empolga, agora perde até para a Colômbia e se não bastasse, seu último craque, Neymar, apresenta um comportamento ridículo de moleque mimado. Acho que será preciso uma grande revolução no nosso futebol, caso contrário seremos cada vez mais humilhados.

Comentários