União
Sexta, 17 de Julho de 2015

O início dos trabalhos sempre é difícil em termos de preparação, e neste segundo semestre o União Frederiquense dá sequência à programação visando a Copinha e o mata-mata com um jogo treino no Vermelhão da Colina. A falta de melhores opções faz com que o clube realize um confronto contra uma equipe Sub-19.
Os jogos treinos e amistosos são necessários e é assim mesmo que se trabalha, e a comissão técnica precisa desses trabalhos para ir dando cara à equipe. O que não é permitido é que nós da imprensa façamos algum tipo de avaliação, pois o risco de errar é muito grande.
No primeiro semestre analisamos positivamente o desempenho de alguns atletas em jogos treinos e quando colocados frente a frente com adversários mais qualificados simplesmente o futebol vistoso desapareceu.
União II
A diretoria tem trabalhado muito e muito bem nas contratações, os reforços têm sido anunciados quase que diariamente e aquela previsão de que o time não teria jogadores de expressão, felizmente não se confirmou.
Agora é trabalho, com um elenco considerado bom para o início das competições, onde a maioria das posições conta com boas alternativas, tudo passará pela Comissão Técnica. Um time bem preparado certamente dará os resultados que são muito importantes para o União Frederiquense se recuperar da queda para a Série A-2. Tomara que o grupo seja formado somente por atletas e não tenha nenhum bailarino ou consumidor inveterado de etílicos que muito prejudicaram o grupo no passado.
Copa do Brasil
O Criciúma surpreendeu a todos e a si próprio quando venceu o Grêmio, na terça-feira, em plena Arena, quebrando uma larga invencibilidade tricolor.
O resultado não é definitivo em termos de classificação, pois o Grêmio possui todas as condições de reverter o placar de 1 a 0, mas a classificação já não fica tão fácil como se previa anteriormente.
Para o jogo da volta o tricolor precisa melhorar muito e principalmente o Criciúma não repetir o mesmo futebol. Um resultado assim atrapalha muito em termos de planejamento e para a sequência de resultados.
Libertadores
O internacional conseguiu o seu primeiro objetivo no jogo de quarta-feira pelas semifinais da Libertadores da América contra o Tigres, que era vencer o jogo e levar uma certa vantagem para o jogo de volta.
O segundo objetivo que era fazer um placar dilatado para garantir uma grande vantagem não foi possível, apesar de jogar boa parte do segundo tempo com um jogador a mais.
Os 15 minutos iniciais do Internacional foram avassaladores, depois o Tigres melhorou muito porque tem muita qualidade.
O certo é que o colorado entrou em campo com o seu torcedor muito apreensivo e desconfiado já que no Brasileirão as coisas não andam bem. Agora é esperar pelo jogo da volta na quarta-feira que será de muita dificuldade, mas o Internacional sabe como enfrentar esses desafios.
Valorosos frederiquenses enfrentaram o frio e a chuva para apoiar o time colorado.

Comentários