UNIÃO
Sexta, 16 de Outubro de 2015

O professor Edison Cantarelli, diretor de patrimônio do União Frederiquense, concedeu uma entrevista muito interessante no programa Café com Futebol da rádio Luz e Alegria no dia de ontem, atualizando sobre o lançamento do condomínio do União.

O projeto do estádio é arrojado e deve garantir a saúde financeira do clube após sua conclusão. Prevê salão de eventos, palco de shows e outras opções para locação. De fato, só de futebol não se mantém um clube, é preciso receita permanente das locações.


CAMPANHA
Os maus resultados do primeiro semestre e o mau começo no segundo causaram grandes prejuízos ao União Frederiquense, com o afastamento do torcedor tanto de Frederico Westphalen quanto da região.

Com poucos recursos e sem a receita dos jogos em casa o União estava fadado ao fracasso neste semestre e com péssima repercussão para 2016.

A volta por cima da equipe, que está com boa vantagem sobre o Palmeirense para garantir vaga a final da chave Norte, deve reestabelecer o bom convívio com o torcedor e um grande público é esperado para o confronto de domingo no Vermelhão da Colina. Em tempo, o torcedor da Geral sempre esteve junto com o time.

INTERNACIONAL
Está difícil a situação do colorado gaúcho. A derrota de quarta-feira para o Atlético Mineiro só não teve consequências maiores em termos de tabela porque os concorrentes também perderam, mas a atuação pífia não condiz com a história colorada.

GRÊMIO
A vaga no G4 está garantida para o tricolor e, o que é mais importante, o Grêmio teve grandes atuações em alguns jogos do Brasileirão. O clube está com uma base pronta que, com alguns acréscimos de qualidade, terá grandes chances na Libertadores. Além disso, a comissão técnica está pronta, ao contrário do Inter, que é uma incógnita para 2016.

Comentários