União
Sexta, 06 de Novembro de 2015

O União sai fortalecido neste segundo semestre. Independente do resultado em Porto Alegre no jogo de volta contra o São José (a coluna foi fechada antes do jogo), o clube frederiquense estabeleceu um ganho considerável para 2016, recuperando-se da má campanha do primeiro semestre.

Eis a questão, houve acerto na decisão de jogar o segundo semestre? Obviamente que a resposta é sim. É claro que a situação poderia ser totalmente adversa caso não houvesse a reabilitação após os primeiros resultados. Para 2016 a expectativa sai renovada para aqueles torcedores que acreditam sempre.

Detalhes

É claro que nem tudo foram a “mil maravilhas”, e se fosse o momento de apontar reparos necessários haveria certamente bons temas para debate, como a segurança no estádio. Afinal, onde ficaram os critérios da Federação Gaúcha que na primeira divisão quase inviabilizou o campeonato para o União com tantas exigências, tivemos torcedores voltando pra casa porque sequer a mamadeira do bebê era permitida no estádio, o papelão para forrar a arquibancada, ou mesmo o jornal?

Pois no segundo semestre sequer a presença da BM foi exigida, diga-se de passagem que o comportamento do torcedor foi exemplar. 

Elenco

Se o União tivesse um pouquinho mais de recursos financeiros e tivesse duas ou três contratações pontuais teria montado um excelente time. O que faltou e ficou visível nesta reta foi a precariedade do elenco, pois as peças de reposição são escassas.

Por outro lado, o maior legado deste segundo semestre foram os jogadores da base, que quando escalados deram boa resposta.

Agora sim o União pode dizer que tem uma base para iniciar uma competição.

Brasileirão

A rodada do final de semana é decisiva para as pretensões de várias equipes, tanto aquelas que brigam na parte de baixo quanto para os que ainda sonham com a quarta vaga.

O Grêmio já me parece com vaga assegurada, já o Internacional possui alguma chance somente com uma performance muito superior a atual, salvo se acontecer a abertura da quinta vaga.

Comentários