União
Sexta, 08 de Janeiro de 2016

A atual realidade financeira dos clubes e a chamada política de contenção para evitar gastos e endividamentos me parece que vai ser mesmo levada à risca neste ano, não só pelo União Frederiquense, mas principalmente pelo União Frederiquense, para a disputa da Série A 2.

Analisei com atenção os nomes dos 17 jogadores anunciados na quarta-feira e, mesmo não discutindo a qualidade desses jogadores, não vi nenhum nome que pudesse empolgar o torcedor.

É claro que o União precisa cuidar do seu orçamento, mas é bem verdade que sem empolgação não tem torcedor e sem torcedor no estádio não há razão de haver futebol.

Gramadense
Não consegui entender a contratação do Ronaldinho Gramadense. Alguém do União deve ser muito fã desse atleta para assumir o risco da sua contratação.

Se levar em conta o futebol, vai ter que jogar muito para estar à altura do que foi Juliano Tato e, se forem levados em consideração os problemas provocados por ele no clube, principalmente da sua última passagem, nem se fala.

Mas no futebol tudo é possível, até mesmo mudar não mudando.

União X Grêmio
A comparação se dá no sentido da preservação, da valorização e da manutenção.

Recentemente, acompanhamos o esforço da direção gremista em manter seus jogadores mais qualificados na Arena.

A manutenção de Maycon, Geromel e Marcelo Groe foram considerados os melhores reforços dentre os possíveis.

A direção gremista fez um esforço grandioso para contar com os jogadores que vêm dando boa resposta e sendo fundamentais na equipe gremista.

Olhando de fora, já acho que de momento as manutenções de Juliano Tato, Wilian Bones e Nícolas seriam os grandes anúncios desta primeira lista de contratações do União.

Pega-ratão
Não sei por quê, mas me soou que a direção do União resolveu aplicar um pega-ratão com a divulgação desta lista.

Tenho um pressentimento que alguns nomes de grande expressão para o meio campo e o ataque estão sendo preservados para um segundo momento, exatamente para desarmar algum comentário mais forte, alguma possível crítica ou coisa parecida.

Não creio estar equivocado, só pode ser isso.

Dupla Grenal

Realmente o ano promete. Ambas as direções trabalham num ritmo muito calmo para quem precisa conquistar títulos.

O Grêmio, que tem Libertadores pela frente, ainda nem se reapresentou, e o Internacional não teve a presença de jogadores importantes na reapresentação. Contratações praticamente não ocorreram e Anderson deve deixar o Internacional.

É muito pouco, em termos de notícias, para um período tão importante.

Comentários