Internacional
Sexta, 15 de Janeiro de 2016

Futebol de sempre com defeitos iguais, porém, marcando mais gols. Assim foi a estreia do Internacional na Florida Cup. Pra variar, Anderson apresentou a disposição e negligência do ano passado, o volume de jogo no meio campo foi abaixo do esperado e Vitinho displicente.

Para enfrentar as competições de 2016 com alguma chance de brigar por títulos, o Internacional terá de acertar pelo menos uma boa contratação para a armação do time e torcer pela recuperação total do Valdívia.

De positivo no jogo da quarta-feira, apenas a artilharia, que melhorou diante da baixíssima média de 2015. Já os gols sofridos, um de Pênalti, uma falta completamente desnecessária do Anderson, uma bola perdida displicentemente pelo Vitinho e um gol contra do Alan Costa. Tem que melhorar muito.

Grêmio

O Grêmio segue sua preparação, mas sem muita novidade em termos de contratação. O tricolor necessita de pelo menos um jogador diferenciado no ataque. Somente com um definidor de alto nível é possível vencer a Libertadores.

Como o time terminou o Brasileirão ajustado e com bom padrão, a direção segue esperando a melhor oportunidade para definir. Um atacante que está sem clube no momento e seria um achado tanto para Inter quanto para Grêmio é Alexandre Pato.

Fala-se que o jogador altera bons e maus momentos e que não é muito afeito à preparação, mas tecnicamente é muito superior ao que tem rodado por aqui. Pode ser a boa novidade que se espera.

Copinha

Grêmio eliminado, Inter segue em frente na Copa São Paulo de Futebol Jr. Talvez seja uma questão de prioridade para alguns clubes a disputa de títulos nas categorias de base. Fala-se que o jogador já vem da base com espírito de vencedor.

O Internacional tem obtido bem mais títulos que o Grêmio em algumas das categorias de base e talvez isso explique o grande número de atacantes que revela. Já o Grêmio tem sido uma verdadeira fábrica de volantes: Emerson, Anderson, Lucas Leiva, Fernando, entre outros.

Em tempo, o Internacional pode vencer a competição pela quinta vez, enquanto o Grêmio ainda não venceu nenhuma.

União

Como será o entusiasmo do torcedor do Leão da Colina para o início da temporada? Não há como negar que fazer futebol no interior é muito difícil, porque o torcedor, além de passional, é muito vulnerável quando se trata de resultados. O que não pode acontecer é o Clube seguir pagando um alto preço pela volta à Série A2, afinal, nem todos os pequenos detalhes são tão pequenos quando se tem que resolvê-los. Na maioria das vezes, essa dimensão só ocorre pelas análises após os fatos consumados.
O trabalho está sendo feito, o grupo está sendo montado e acreditar é preciso.

Comentários