União
Sexta, 22 de Janeiro de 2016

O União está iniciando os trabalhos de preparação e já mescla trabalhos físicos com treinamentos com bola, o que adiantaria o condicionamento dos jogadores, ao contrário do que há algum tempo era efetivado.
Primeiro se fazia fortalecimento muscular, depois o pulmonar responsável pelo fôlego e finalmente o trabalho com bola, quando as equipes entravam em campo bastante travadas no início das competições.
Marcelo Caranhato, técnico do União, entende que mesclando o trabalho, a preparação física, técnica e tática dará melhores resultados.

Entrevista
A propósito, Caranhato foi entrevistado no programa Café com Futebol da Luz e Alegria e mostrou muita transparência nas suas colocações.
Não fugiu das perguntas e respondeu de forma clara, direta e sincera questionamentos que provavelmente outro profissional do clube não faria da mesma forma.
O treinador não escondeu sua preocupação com o desmonte da base montada durante a copinha, com a perda de jogadores para equipes de nível inferior ao União e que serão adversários na própria competição que disputará em março, e gostaria de ver o União com mais apoio do seu torcedor e com uma relação bem mais próxima com todos os setores da comunidade.

Preparação
Caranhato disse que aposta muito no resultado do trabalho do preparador físico, salientando a boa escola obtida pelo professor Célio, mas principalmente elogiando a sua forma de trabalho, com muita dedicação e excelente relacionamento.
Em síntese, Caranhato aposta muito nesse trabalho conjunto com a preparação física para garantir os resultados necessários para uma boa campanha da equipe.

Flórida Cup
Não veio o título, mas o Internacional fez bonito na competição e apresenta evolução em relação a 2015. Ficou evidente, porém, que o meio de campo ainda não está encaixado.
Confirmando a venda de Anderson, acho que bem entrosado, corrigindo algumas situações que só o trabalho proporciona, o lateral direita Wilian poderia ser o nome da meia-cancha, numa linha de quatro, pois marca, tem bom passe e velocidade.
Além disso, se entende bem com D'Alessandro, equilibraria o meio-campo. É uma sugestão que pode ser boa, caso não surja alguma novidade.

Grêmio
As contratações ainda não vieram, mas o Grêmio trabalha com contratações pontuais, o que lhe permite manter o foco mesmo que o tempo corra rapidamente e as opções principalmente para o ataque esteja muito escassas.
Além do Galo Mineiro, acho que o Grêmio é que possui a melhor base para 2016.

Comentários