Goleada
Sexta, 01 de Abril de 2016

Futebol tem dessas coisas, quando dá tudo certo é uma maravilha. Na quarta-feira, com apenas 30 minutos de jogo o Grêmio já vencia o Passo Fundo por 4 a zero.
Além do bom futebol, o Grêmio contou com a má jornada do Passo Fundo, que vinha de seis bons resultados e acreditou que poderia enfrentar o tricolor de igual para igual.
Esse é o preço que pagam certos treinadores que não analisam seus adversários antes de fazer o planejamento e definir como deverá se postar em campo. Treinador, independente se de clubes do interior ou das capitais, deveriam pensar e definir suas equipes jogo a jogo.


Internacional

Por ter jogado ontem à noite, não foi possível avaliar o comportamento do Internacional diante do Brasil de Pelotas. Já vai algum tempo que tenho comentado que o campeonato Gaúcho não é e não deveria ser panorama para o Brasileirão, Copa do Brasil e, principalmente, com o viés de querer disputar uma Libertadores.
A direção colorada anuncia que pelo menos meio time deverá ser modificado para o Brasileirão. Isso significa que as avaliações estavam profundamente equivocadas. Quando tentou repetir o projeto de 2015 do Grêmio, o adversário da capital precisou de poucas contratações para continuar com o futebol em alta.


União

Com nova comissão técnica, o União enfrentou o São Luiz de Ijuí na tarde de ontem, no Vermelhão da Colina. Também ocorreu a demissão de pelo menos três jogadores e outros deverão ainda ser demitidos.
O planejamento, que parecia ser correto com a disputa da Copinha no segundo semestre de 2015, serviu apenas para aborrecer ainda mais o torcedor, já que o time de 2016 que iniciou a disputa da Série A2 é muito inferior ao do ano anterior. De positivo, mais uma vez, é a capacidade de reação da direção do clube, que mais uma vez entrou em campo para modificar o panorama.
De qualquer forma, esse tem sido o carma do tricolor frederiquense, que precisa, a cada competição, se reinventar durante o andamento da competição.


Resultado

Foi uma vitória maiúscula e foi a vitória do alívio, no três a um contra o São Luiz, de Ijuí. No meu ponto de vista, uma vitória que passou decisivamente pela atuação da direção do União, que acertadamente contratou Daniel Franco. O técnico jogou junto com o time os 90 minutos, cobrou uma atuação com dignidade dos jogadores e esses responderam à altura.
Apesar da alegria com a vitória, é preciso ter pés no chão. Foi apenas um jogo, e para seguir avançando acredito que é preciso muito mais qualidade na equipe. Pelas informações, já chegaram um atacante e um meia. Pois recomento a contratação de dois zagueiros, um lateral-direito, um volante pela direita e outro pela esquerda, reeditando o trio de volantes de qualidade como havia na Copinha, Almir pelo meio, Marcio Reis pela direita e Wilian Bones pela esquerda. Assim o time ficaria muito mais forte e em condições de seguir vencendo.

Comentários