Sofrimento
Sexta, 16 de Maio de 2014

A caminhada do União Frederiquense está sendo duríssima, depois de um primeiro turno lamentável, a equipe se recuperou espetacularmente, garantindo a classificação, mas a fase de matas não tem sido fácil e muito menos jogo pra cardíaco, quem assistiu ou escutou pela Luz e Alegria o confronto contra o Ypiranga de Erechim é testemunha.

Fechei a redação antes de saber o resultado do jogo em Gravataí contra o Cerâmica, mas como tem se repetido neste segundo turno, acredito que o União conseguiu preparar bem o segundo jogo que será no domingo no Vermelhão da Colina, de qualquer forma o sofrimento deverá se repetir. Mas como diz o ditado, quanto mais difícil, melhor.

Torcedor

Pela primeira vez na história do União, se viu uma torcida com alma e coração jogando juntos pelo resultado. A festa foi bonita e esperamos que ela se repita no domingo no jogo da volta contra o Cerâmica.

O importante, no entanto, é evitar possíveis exageros, já vimos exemplos em outros lugares onde a vontade de apoiar a equipe foi tanta que acabou-se por atrapalhar. Não vamos cometer erros, frutas, cornetas ou qualquer outro objeto não devem ser jogados para dentro do campo.

Libertadores

O time do Papa está fazendo “feio na Libertadores”, feio porque eliminou mais um brasileiro na competição. Depois de desconhecer, entre outros, o poderoso Grêmio, fez o crime também para cima do fortíssimo Cruzeiro.

Como diz o colega Marcelino da Rádio Luz e Alegria, esses times brasileiros na Libertadores estão igual “tosa de porco”, muito grito e pouca lã.

Enquanto isso, o San Lorenzo vai se credenciando como forte candidato ao título.

Colorado

Não entendo a forte contestação sobre a qualidade do Internacional, neste início de ano esportivo. O time lidera o campeonato Brasileiro, faz campanha tranquila na Copa do Brasil e sagrou-se tetracampeão gaúcho e me parece muito afinado, afirmando-se a cada jogo.

Além da zaga que precisa de qualificação urgente, não vejo outra carência tão forte. Diante disso, vejo no Internacional forte candidato a vencer a Copa do Brasil e pelo menos almejar vaga na Libertadores de 2015.

Grêmio

No Grêmio, aponto a carência no meio de campo, onde dois jogadores de criação fazem falta. Neste ano, o Grêmio perdeu o Campeonato Gaúcho, foi eliminado da Libertadores, mas nem assim dá para desconhecer que o mesmo possui força e qualidade. O equilíbrio no meio de campo se faz necessário. Consertando isso também é forte candidato para Copa do Brasil e talvez até disputar o título do Brasileirão.

Comentários