Super Copa
Sexta, 27 de Junho de 2014

Esta Copa do Mundo de Futebol tem superado as expectativas quando o assunto é qualidade dos jogos, beleza dos estádios e presença de público. Já quanto as surpresas, estas são muitas e podem se considerar até fora do contesto.

Afinal, quem havia previsto que Espanha, Itália, Inglaterra e Portugal seriam eliminadas na primeira fase? E que Colômbia, Chile e Costa Rica seriam protagonistas do melhor estilo Sul-Americano?

É realmente surpreendente, mas quem subestimou o futebol dos pequenos sucumbiu. O maior exemplo veio do chamado grupo da morte, onde o “morto” (Costa Rica) garantiu vaga e despachou dois campeões mundiais.

 

Fiasco

O futebol mundial deu mais uma prova de que está chegando a hora de certos conceitos serem revistos sob pena do esporte mais difundido do mundo decretar sua falência. Aliás, penso que no quesito moral, “a vaca já foi pro brejo”.

Quando a imprensa noticiou que a seleção de Camarões atrasou seu embarque rumo ao Brasil porque não concordava com o valor da premiação, fiquei impressionado. Quando a televisão mostrou que a seleção de Gana só voltou aos treinos e decidiu entrar em campo para o jogo contra Portugal, após o presidente do seu país mandar um avião cheio de dólares para ser repartido entre os jogadores, fiquei invocado. 

E “me tapei de nojo quando vi os jogadores da seleção brasileira fazendo cara de heroísmo por ter que levantar durante dois dias às 9h30 da manhã, para adaptarem-se ao horário do jogo contra o Chile, às 13 horas. Me desculpem, mas isto não é grupo para ser campeão mundial e garantir o hexa.

 

Fiasco maior

Tenho procurado respostas, mas ainda não encontrei explicação para a atitude do centroavante Suárez do Uruguai, que atacou um zagueiro italiano com uma mordida, num lance completamente bisonho no futebol.

A FIFA respondeu rápido e puniu o craque com 9 jogos, encerrando a sua participação no mundial do Brasil, onde ele era talvez o maior responsável pela permanência da seleção do seu país na disputa.

O uruguaios já tentam conturbar o ambiente alegando que o Brasil estaria com medo de um novo “Maracanaço”, mas o jogador mereceu a punição. Repito, tenho buscado respostas para tamanho fiasco, mas não encontro.

 

Craques

Vários têm sido os destaques positivos entre os jogadores de maior destaque, a disputa pela artilharia é muito forte e vai consagrar ainda mais alguns jogadores. Messi e Neymar estão na lista dos que estão sendo ainda mais valorizados.

 

Bolão

Como se diz no velho ditado esportivo, partida não é chegada. Acho que o Renato e o Almir do Folha já estão sentindo que o bafo na nuca é forte e daqui a pouco, o lugar que estavam guardando será ocupado pelos verdadeiros vencedores dessa disputa, é aguardar e ver.

 

 

 

 

Comentários