Grenal
Sexta, 15 de Agosto de 2014

 

A vitória do Internacional por 2 a 0 no domingo credencia o colorado para disputar o título do brasileirão. O clássico sempre foi um divisor de águas e muitas vezes a equipe que vence o confronto deslancha rumo à conquista de títulos ou mesmo de condição privilegiada na tabela.

Com a vitória de domingo, o Internacional mostrou que está maduro para almejar a conquista e mais do que isso, provou que estando com seu time completo pode sim fazer frente a Cruzeiro e Corinthians.

Aránguiz, D'alessandro e Alex, formam sem dúvidas o melhor trio de meia atacantes do futebol brasileiro. Embora Aránguiz atue como um segundo volante, é jogando mais avançado que o jogador tem dado os melhores resultados.

 

Grêmio

Não foi a estreia esperada nem por Felipão e direção, muito menos pelos torcedores gremistas. O fato de perder o Grenal traz à tona uma série de questionamentos e um deles é justamente sobre a forma de trabalhar a equipe.

Felipão, após a goleada sofrida diante da Alemanha na Copa do Mundo, foi bombardeado por perguntas e até afirmações da imprensa de que a Seleção se preparou mal e treinou muito pouco, pois agora, após pouco mais de uma semana à frente do Grêmio, já começam as avaliações do trabalho, ou seja, da falta de trabalho da equipe sob o seu comando.

Esta, aliás, era uma dúvida estabelecida já com antecedência, ou seja, estaria Felipão mais afeito à condição de garoto propaganda que treinador?

 

Emocional

O futebol brasileiro nos últimos tempos passou a ser assunto para psicólogos e terapeutas. Nunca se falou tanto na questão emocional dos atletas, que “sofrem com a pressão” de ter de jogar para ganhar.

Sinceramente, considero falta de vergonha, entrega da moral e tantas outras considerações que poderiam ser feitas, afinal, tornar-se jogador de futebol hoje equivale-se a ganhar na loteria, pois o cara enriquece da noite para o dia, passa a desfilar com lindas mulheres em belos carrões, tatua o corpo e faz o pior corte possível no cabelo sem preocupar-se com o básico, a preservação da imagem, a preparação física e os treinamentos necessários para enfrentar os adversários.

Quando as derrotas e os maus desempenhos começam a tornar-se rotina surgem os problemas emocionais e tantas outras desculpas.

 

Copa do Brasil

Com equipe mista e jogando um futebol bem abaixo do que deveria para reverter a derrota do primeiro jogo, o Internacional sofreu novo revés contra o Ceará e foi eliminado da Copa do Brasil.

Apesar de bastante descaracterizado, o time colorado tinha o dever de apresentar um melhor futebol. Os erros cometidos pela equipe, especialmente Dida e Ygor no primeiro gol, Ygor e demais na marcação, no segundo e novamente Ygor em falha no terceiro mostraram um Internacional perdido em campo em vários momentos o que justificou a derrota.

Além do Internacional, Fluminense e São Paulo sucumbiram na competição e estes dois perderam em casa e também por placares elásticos. O que será que houve com estes clubes nesta fase da Copa do Brasil? 

Comentários