Brasileirão
Sexta, 26 de Setembro de 2014

Começo a coluna hoje falando do expressivo número de penalidades que os árbitros do campeonato Brasileiro vêm assinalando em favor de Corinthians, São Paulo e Cruzeiro. A média é um por partida, mas nos últimos jogos têm sido maior.

No jogo de ontem contra o Flamengo, o São Paulo teve dois, um convertido e outro não por Rogério Ceni, em, pelo menos, um deles houve muita reclamação. O Cruzeiro, que no jogo passado já havia tido duas penalidades a seu favor, uma também mal assinalada, ontem foi beneficiado novamente. Dois lances idênticos dentro da área, um para cada lado, para o Cruzeiro, pênalti, para o Coritiba, não.

Ao Internacional não adianta dar penalidade máxima, não se for para o Rafael Moura bater.

Comentaristas

Impressionante como os comentaristas de arbitragem da televisão, todos eles especialistas, árbitros que atuaram longo período com o apito, têm sido corporativistas. Em lances escancarados, contrariam até mesmo narrador e repórter para defender o colega que está apitando.

Talvez seja para defender também os grandes, Corinthians, São Paulo e Cruzeiro, que estão sendo beneficiados.

Internacional

A vitória foi tranquila, na quarta-feira sobre o Criciúma, fez três a zero, Rafael Moura perdeu um pênalti e foram inúmeras oportunidades desperdiçadas. O jovem jogador Sasha tem dado boa resposta, e o trio Dalessandro, Alex e Aránguiz voltou a jogar o fino da bola.

Engatando mais uma vitória contra o Coritiba, o colorado vai embalado contra o Cruzeiro, estando muito mais inteiro do que no confronto do primeiro turno quando perdeu de virada. 

Grêmio

Fez uma bela partida contra o Fluminense na quarta, no Rio de Janeiro e lamentou apenas não ter feito o gol que daria a vitória. O time está a sete jogos sem tomar gols, mas também é a equipe que mais vezes ficou no zero a zero na competição, também sete.

A boa nova para o Grêmio é que agora chegou ao G4, onde precisa manter-se. Sonhar com o título não dá mais neste campeonato, mas a vaga à Libertadores está aberta.

União Frederiquense

Não parece, mas o tempo está passando rápido e daqui a pouco, num piscar de olhos estaremos vivenciando grandes jogos pela Série A do gauchão. Com exceção da perda do mando de campo no primeiro jogo em casa, o resto no time frederiquense encaminha-se muito bem.

O bom relacionamento de membros da diretoria com grandes clubes do futebol brasileiro me parece ser a aposta do torcedor, quanto à formação de uma boa equipe. Nas ruas, bares, onde quer que a gente vá o assunto mais animado é o União Frederiquense e os comentários normalmente são nessa linha. É bom a direção saber disso para administrar o fato da melhor maneira.  

Comentários