Homenagem justa ao Agricultor
Sexta, 25 de Julho de 2014

Dia do Agricultor! Dia do Colono! Data comemorativa daquele que trabalha a terra para fornecer alimento, fibra, madeira e tantos outros bens indispensáveis à vida e ao bem-estar das pessoas. Comemora-se aquele que é por natureza um desbravador, um corajoso, um dotado de esperança diante das frustrações de safra. Colono! Aquele que trabalha um pedaço de terra para tirar o sustento da família gerando excedentes que chega à mesa de outros. Agricultor! Homem que trabalha a terra, cria animais e cultiva as plantas. Profissional que põe arte na agricultura. Tantas designações e qualidades dispensadas para esta classe que predomina neste imenso Brasil.

Durante a imigração dos alemães, dos italianos, dos poloneses e outros grupos étnicos da Europa ao Brasil, o governo concedia um pequeno lote de terra, denominada colônia, a este imigrante. Então, um lote ao lado do outro ou, uma colônia ao lado da outra, eram denominadas de colônias. O agricultor que detinha a posse destas terras era denominado de colono. Daí a derivação e a denominação de colono. O colono trabalhava a colônia. Agricultor é todo aquele que trabalha a terra. Pode ser um grande ou pequeno agricultor. Mas colono é aquele que trabalha um pequeno lote denominado colônia. Para nós, nas regiões de minifúndio consideramos agricultor e colono como sinônimos. 

Normalmente o agricultor que trabalha em grandes áreas se dedica a poucas atividades e se torna um especialista. Possui empregados, máquinas e equipamentos e, em muitos casos, tem até estrutura de armazenagem na propriedade. Assim desde o Brasil colônia vem ocorrendo. Grandes produtores de café, de cana-de-açúcar e nas últimas décadas produtores de soja e milho, trigo e soja, milho e trigo e assim por diante. 

O agricultor que trabalha em pequenas áreas, também chamado de colono, adota muitos cultivos e também várias criações. Normalmente o trabalho é exercido pela família, tem equipamentos e estrutura mínima para conduzir as atividades dentro da propriedade. Não possui sistema de armazenagem necessitando de estruturas coletivas para realizar este serviço. Aí surge então a designação de agricultor familiar. Por derivação, agricultura familiar que tem jeito diferente da grande propriedade sendo responsável pela maioria do alimento posto na mesa do brasileiro. É um valente! Tem que conduzir várias atividades dentro de uma pequena área e ainda aplicar conhecimento para ter rentabilidade. 

A Lei Federal nº 5.496, de 5 de setembro de 1968, determina o dia 25 de julho como o “Dia do Colono”. Indiferente do tamanho e do sistema de cultivo. Independente da designação de colono, agricultor ou agricultor familiar. Uma homenagem justa a quem cuida da terra e gera alimentos para a humanidade. Parabéns ao agricultor, colono ou agricultor familiar!

Comentários